A efetiva implantação do vale-cultura para os bancários e bancárias do Banco Regional de Brasília (BRB) deve ocorrer até o início de maio, segundo informações da Diretoria de Pessoas (Dipes) do banco.

O processo licitatório para implementação do vale-cultura foi concluído, cuja empresa vencedora foi a administradora de cartões Alelo. O banco, juntamente com a Alelo, está ultimando a operacionalização das informações necessárias para a efetiva emissão dos cartões.

Nesta fase, o BRB está levantando quem tem direito, desde setembro de 2013, pois, segundo a lei que instituiu o vale, tem direito ao cartão os funcionários que recebem até cinco salários mínimos. Sendo assim, cada mês pode haver variação, pois, caso o funcionário que receba até este limite (cinco salários mínimos) em um referido mês tenha substituído sua remuneração naquele mês o vencimentos ultrapassam o limite e ele perde o direito. Porém, se no mês subsequente sua remuneração voltar ao limite, ele volta a ter direito ao vale-cultura.

Após a identificação de quem tem direito, o BRB deve também colher um termo de adesão de cada beneficiado, termo este obrigatório segundo a legislação vigente.

Segundo o banco, o crédito será efetuado no dia 15 de cada mês. O BRB afirmou ainda que, caso consiga concluir esta operacionalização até 15 de abril, o cartão será disponibilizado até aquela data, mas o mais provável é que este processo seja concluído para que os beneficiados tenham seu cartão com o respectivo crédito em 15 de maio.

“Solicitamos empenho máximo do banco no sentido de concluir estes trâmites o mais rápido possível para que os funcionários que tenham o direito tenham o acesso ao cartão já no próximo 15 de abril”, afirmou o secretário de Estudos Socioeconômicos do Sindicato, Cristiano Severo, que também é bancário do BRB.


Fonte: Seeb Brasília