Crédito: Júlio César Costa – Seeb Campinas
Júlio César Costa - Seeb Campinas

Sindicato cobrou garantia de emprego para os funcionários atingidos 

O Sindicato dos Bancários de Campinas e Região realizou nesta quinta-feira (27) manifestação na agência Norte-Sul, em Campinas, para protestar contra o fechamento da unidade do Itaú, anunciado para o dia 7 de abril. 

Segundo o compromisso assumido pelo banco, os funcionários serão realocados. O Sindicato exige garantia de emprego. Quem lucrou R$ 15,8 bilhões em 2013 não pode alegar “custo alto” para manter a agência em atividade.

Durante a manifestação, os diretores do Sindicato distribuíram carta aberta aos clientes e usuários.

Leia a íntegra da carta aberta:

Itaú fecha agência Norte-Sul em Campinas

Sindicato exige garantia de emprego

O Banco Itaú anunciou que a agência Norte-Sul, instalada em Campinas, será fechada no dia 7 de abril. Segundo a diretoria do maior Banco privado do país, que lucrou R$ 15,8 bilhões em 2013, a medida foi tomada diante do “alto” custo de manutenção da citada unidade de atendimento.

Desde o primeiro momento, o Sindicato exigiu garantia de emprego. O Itaú assumiu compromisso em realocar todos os funcionários. Vamos acompanhar de perto todo esse processo. Afinal, garantia de emprego é bandeira prioritária do movimento sindical bancário, principalmente no Itaú que, em 2013, fechou 2.734 postos de trabalho.

Hoje, é um dia de protesto, um alerta ao Itaú. O Sindicato não aceita agora e nem depois que os atuais realocados sejam demitidos. Grana em caixa existe. Não iremos discutir aqui se a unidade tem “custo” alto ou não. Queremos, no entanto, manter o nível de emprego. O aviso está dado.

Cliente e usuário, contamos com seu apoio e compreensão.

Campinas, 27 de Março de 2014


Fonte: Contraf-CUT com Seeb Campinas