Candidatos e candidatas são pessoas capacitadas e experientes

A Contraf-CUT manifesta total apoio à Chapa 1 – Movimento pela Funcef na eleição dos representantes dos associados nas instâncias da fundação dos empregados da Caixa Econômica Federal. As eleições acontecem em todo país de 5 a 7 de maio. O processo eleitoral definirá os ocupantes dos três cargos de diretores eleitos e também das duas das três vagas no Conselho Deliberativo e uma no Conselho Fiscal.

Conheça os candidatos e as candidatas da Chapa 1 – Movimento pela Funcef:

Diretoria Executiva

José Carlos Alonso Gonçalves
Pedro Eugenio Beneduzzi Leite
Renata Marotta

Conselho Deliberativo

Titulares
Jaqueline Maria Fonseca Mello
Olívio Gomes Vieira

Suplentes
Emanuel Souza de Jesus
Celso Matos

Conselho Fiscal

Titular
Marilde Perin Zarpellon

Suplente
Gilmar Cabral Aguirre

Compromisso, experiência e luta

Para Carlos Cordeiro, presidente da Contraf-CUT, não há dúvida de que a Chapa 1 é a mais comprometida e preparada para representar os associados da ativa, aposentados e pensionistas na gestão da Funcef. “Os integrantes dessa chapa são pessoas capacitadas e experientes. Estou seguro de que eleitas farão um trabalho sério e digno na gestão do fundo de pensão dos empregados da Caixa”, afirma.

“A Chapar 1 tem igualmente o meu apoio. É formada por pessoas com capacidade técnica e representação coletiva que sempre lutaram e defenderam a categoria. Conheço essas pessoas desde quando entrei na Caixa em 1989. Estamos bem representados”, destaca Jair Ferreira, coordenador da Comissão Executiva dos Empregados (CEE/Caixa) e presidente eleito da Fenae.

É importante que os empregados da ativa e aposentados participem da eleição, que decide o destino do patrimônio dos trabalhadores para garantir aposentadoria digna. “A Chapa 1 representa a grande maioria das entidades sindicais e representativas do funcionalismo, tem experiência nas lutas coletivas e vai defender com toda a certeza os interesses dos trabalhadores na Funcef”, ressalta Fabiana Uehara Proscholdt , empregada da Caixa e diretora executiva da Contraf-CUT.

Propostas da Chapa 1

– Avançar na democratização da gestão: lutar pelo fim do voto de minerva; propor alternância entre eleitos e indicados nas diretorias; reforçar a atuação dos comitês.

– Melhorar benefícios: defesa do FRB, dos associados do REG/REPLAN não saldado, do CTVA como verba salarial em todos os planos, da justiça às mulheres pré-79 e aos aposentados do PMPP. Incorporar o REB ao Novo Plano.

– Revolucionar o relacionamento: acompanhar de perto cada fase de vida do associado e aprimorar a educação financeira e previdenciária.

– Zelar por qualidade, segurança, controle e risco dos investimentos.

– Continuar a luta para que a Caixa pague o custo das reservas nas ações trabalhistas com reflexos nos planos.

Fonte: Contraf-CUT