Lançamento da Campanha Nacional dos Bancários 2016 no Boulevard Olímpico, RJ

Lançamento da Campanha Nacional dos Bancários 2016 no Boulevard Olímpico, RJ

Os bancários do Rio de Janeiro realizaram nesta terça-feira (16), no Boulevard Olímpico, região portuária da cidade, o lançamento oficial da campanha nacional da categoria. Concentrados no início da Rio Branco, os manifestantes seguiram até o espaço em frente ao Museu do Amanhã, que ao fundo, parecia simbolizar o futuro melhor almejado por todos os brasileiros, bandeira de luta do movimento sindical.

“O objetivo deste ato é lutar pelas reivindicações dos bancários, mas também dialogar com a sociedade sobre que país nós queremos no futuro. Somente com tarifas e serviços, os bancos pagam toda a folha de pagamento dos funcionários e ainda sobra muito dinheiro. Enquanto isso, a população não consegue pagar suas contas em função dos juros abusivos praticados pelas instituições financeiras. Se os bancos não atenderem às nossas reivindicações, a categoria vai cruzar os braços”, disse a presidente do Sindicato dos Bancários, Adriana Nalesso. A sindicalista lembrou ainda que o sistema financeiro não tem responsabilidade com os empregos, demitindo em massa, o que sobrecarrega os empregados e resulta na piora do atendimento aos clientes. Criticou também as reformas trabalhista e previdenciária propostas por Temer. “A reforma da Previdência, ao elevar a idade para 70 anos para homens e mulheres se aposentarem não leva em consideração diferenças fundamentais, como a dupla jornada da mulher e é fruto de um governo reacionário e machista”, acrescenta.

O ato organizado pelo Sindicato dos Bancários do Rio, pela CUT-RJ e pela Fetraf-RJ/ES (Federação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro) foi em conjunto com diversas outras categorias, como petroleiros, metalúrgicos, profissionais de saúde e funcionários de universidades federais. O local escolhido para a manifestação não poderia ter sido melhor. A atividade chamou a atenção de milhares de pessoas que transitavam no mais novo espaço da Cidade Maravilhosa.

Fora Temer

A campanha do “Fora Temer”, que já “viralizou” nas redes sociais ganhou as ruas do Rio. Populares que passavam pelo local do protesto pediam voluntariamente aos organizadores da manifestação, adesivos com os dizeres contra o presidente interino e engrossaram o coro dos sindicalistas contra o golpe.

O diretor e ex-presidente do Sindicato, Vinícius Assumpção lembrou que a atividade fez parte do Dia Nacional de Lutas pelo Emprego e Pela Garantia de Direitos, organizado pelas centrais sindicais.

“Estamos aqui para denunciar este golpe de Temer e do Congresso Nacional, patrocinado pela Fiesp – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo – e pelos banqueiros para retirar direitos dos trabalhadores. O governo interino quer impor uma reforma previdenciária em que os brasileiros terão que trabalhar até morrer sem se aposentar”, destacou. Vinícius criticou ainda a política de demissões dos bancos. “O Bradesco lucrou mais de R$17 bilhões em 2015 e, no mesmo ano, demitiu mais de quatro mil trabalhadores. Queremos dignidade e respeito à democracia e aos direitos dos trabalhadores”, acrescentou.

Almir Aguiar, diretor de Combate ao Racismo da Contraf-CUT denunciou a pressão psicológica nas agências, que adoecem milhares de bancários. “A população precisa saber que os bancários estão adoecendo vítimas de assédio moral. Hoje há um batalhão de funcionários doentes nos bancos em função da sobrecarga de trabalho e da pressão para atingir metas absurdas”, destacou.

Ritmistas da Unidos da Tijuca animaram a multidão ao som do samba que embala a campanha salarial.

Fonte: Seeb RJ