Seeb Pernambuco

Grupo de Maracatu Flores do Monte abriu a campanha nas ruas de Recife - Seeb Pernambuco

Grupo de Maracatu Flores do Monte abriu a campanha nas ruas de Recife

Dirigentes sindicais percorreram as agências de Recife e conversaram com a população  –  Ao som do grupo de Maracatu Flores do Monte e de uma paródia da música “Maracatu atômico”, eternizada pelo saudoso Chico Science e a Nação Zumbi, os bancários de Pernambuco lançaram a Campanha Nacional 2016 no estado.

O ato inaugural aconteceu nesta quarta-feira, 17, na Praça da Independência (Pracinha do Diário), no centro do Recife. Munidos de faixas, cartazes e de uma carta aberta à população os dirigentes sindicais explicaram para o público quais as principais reivindicações da categoria este ano. Os sindicalistas também aproveitaram a atividade para denunciar a falta de funcionários, o alto índice de adoecimento na categoria bancária, as metas abusivas e os juros extorsivos praticados pelo sistema financeiro.

O ataque aos direitos dos trabalhadores, por parte do governo ilegitimo de Michel Temer, também foi mote dos discursos dos dirigentes bancários no decorrer da atividade.

Ao final da manifestação os diretores percorreram as agências do Itaú e do Banco do Brasil, na Avenida Dantas Barreto e o Bradesco na Rua da Concórdia. Nestes locais, conversaram com bancários e clientes, distribuíram material informativo e cantaram a paródia da campanha. A batida do maracatu também foi ouvida nas agência vistadas nesta quarta.

No Banco do Brasil, além das atividades já mencionadas o Sindicato realizou uma rápida reunião com os funcionários na qual foram discutidos assuntos relativos à pauta específica dos trabalhadores do BB e a campanha em defesa dos Bancos Públicos.

A presidenta do Sindicato, Suzineide Rodrigues, avaliou positivamente o lançamento da campanha.

“Fizemos esse lançamento dialogando com a sociedade aqui na praça da independência. Distribuímos material esclarecendo os desafios da campanha nacional. Nas agência que visitamos, fomos muitos bem recebidos pelos bancários. Eles estão entendendo que a conjuntura não está fácil e sabem que o importante dessa campanha é a defesa do emprego.”, avalia Suzineide

Suzineide falou ainda que os trabalhadores não irão pagar o pato pela crise pois os banqueiros lucraram muito. “É o único segmento da sociedade que com crise ou sem crise continuam lucrando. Nessa campanha nós queremos a garantia dos direitos que já conquistamos, mas também queremos ampliar o debate sobre o emprego. Além da discussão sobre novas cláusulas. Uma delas diz respeito ao banco digital. Como ficarão os bancários nesse cenário que não vai ter horário fixo, nem local para trabalhar? Temos vários desafios. Em contrapartida teremos muita luta. O Sindicato não vai esmorecer. Por isso eu reforço o convite: vem bancários para a luta. Só a luta te garante”, assevera a presidenta.

Fonte: Seeb Pernambuco