Amanhã, dia 29, a Diretoria do Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE) terá nova rodada de negociação com os representantes do Banco do Estado de Sergipe (Banese). O encontro será às 10h, no Centro Administrativo da instituição.

A retomada das negociações entre o banco estadual e o sindicato aconteceu ontem (27), mas sem avanços. De acordo com a presidenta do SEEB/SE, Ivânia Pereira, o presidente do Banese, Fernando Soares da Mota negou mais uma vez as reivindicações da minuta específica para o Acordo Coletivo de Trabalho Complementar 2016/2017.

“Estamos reafirmando a nossa defesa da pauta que integra a minuta específica do Banese. Porém, a direção do banco permanece irredutível, até agora não apresentou proposta de avanços quanto às pautas específicas”, diz a presidenta do SEEB/SE, Ivânia Pereira.

Novas reivindicações

Segundo a sindicalista, dos novos itens da minuta deste ano, aprovadas em assembleia específica, os baneseanos reivindicam isonomia entre as comissões de Coordenador de Caixa e Coordenador de Área; eleição de diretores representantes dos funcionários na Diretoria Executiva do banco; equiparação de cargos em extinção de Analista I e II com o cargo de Analista III. Das antigas reivindicações rejeitadas pelo Banese estão, por exemplo, a solicitação de parcelamento de despesas de saúde na Caixa de Assistência e o retorno de mais um dia de abono assiduidade.

Bancos fechados

No 23º dia corrido da greve, das 64 agências do Banese (capital e interior) mais de 90% dessas unidades estão envolvidas na paralisação. Ao todo, em Sergipe as atividades estão paralisadas em aproximadamente 200 agências do setor público e privado (capital e interior). Segundo informação do Comando Nacional dos bancários, no 22º dia de greve, 13.449 agências e 36 centros administrativos tiveram as atividades paralisadas. O número representa 57,5% agências de todo o país, um recorde para a categoria.

Com o Banese, a minuta específica para o Acordo Coletivo foi entregue no dia primeiro deste mês. As rodadas de negociações aconteceram nos últimos dias 16 e 27. Nessas rodadas, a direção do banco reafirmou, apenas, que vai acompanhar o que for acertado na mesa de negociação nacional com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), no tocante às cláusulas econômicas e benefícios.

Fonte: Seeb SE