terça-feira, outubro 16, 2018
Home > Campanha Nacional > Campanha Nacional 2016 > Reajuste conquistado na Campanha Nacional 2016 também vale para PCR do Itaú

Reajuste conquistado na Campanha Nacional 2016 também vale para PCR do Itaú

itau

 

 

itau
Valor da Participação Complementar de Resultado será alterado conforme índice de reajuste da categoria; pagamento vem junto com primeira parcela da PLR  – 
O valor da Participação Complementar de Resultados (PCR) será reajustado pelos índices fechados com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) em 2016. A proposta, que vai para votação nas assembleias realizadas em todo o Brasil, é de 8%, mais R$ 3.500 de abono. Com isso, o valor da PCR 2016 ficará em R$ 2.468. Caso o retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) do banco seja maior que 23% este ano, a PCR subirá para R$ 2.587.

Desde 2013, os bancários do Itaú fecham acordo bianual de PCR. Em 2015, o valor creditado foi de R$ 2.285, uma vez que o retorno do patrimônio líquido do banco foi maior que 23% no ano.  Assim como aconteceu em 2015, a PCR será creditada junto com o pagamento da primeira parcela da PLR.

Para o coordenador da COE do Itaú, Jair Alves, essa é uma grande conquista específica para os funcionários do banco. “Foi fruto de muita mobilização. Agora, já começaremos a discutir o acordo para 2017 e 2018.”

O Itaú atendeu a reivindicação dos trabalhadores e vai disponibilizar 5 mil bolsas de estudo no valor de R$ 390, em 2017. Além da primeira graduação, os valores podem ser utilizados para pós ou segunda graduação.

Fonte: Contraf-CUT