quarta-feira, outubro 17, 2018
Home > Bancos > Justiça manda Santander reintegrar mais uma bancária demitida por doença ocupacional

Justiça manda Santander reintegrar mais uma bancária demitida por doença ocupacional

Em pouco mais de uma semana, duas bancárias foram reintegradas ao Santander pelo mesmo motivo – Na tarde desta terça-feira (9), o Sindicato dos Bancários da Paraíba acompanhou a reintegração da bancária Charlyne Lira Rodrigues aos quadros do Banco Santander, na Agência Centro João Pessoa, em cumprimento à sentença da Juíza Veruska Santana Sousa de Sá, da 2ª Vara do Trabalho de João Pessoa.

A demissão de Charlyne se deu ilegalmente quando a funcionária ainda estava em gozo de benefício previdenciário para tratamento de doença ocupacional; portanto, sob estabilidade garantida por lei, uma vez que o laudo pericial comprovou que a doença da bancária foi decorrente da atividade laboral desenvolvida no banco espanhol.

Genário Moreira, diretor do Sindicato e funcionário do Santander que acompanhou a reintegração com os advogados do escritório de Marcelo Assunção e Advogados Associados, ressaltou mais essa vitória da classe trabalhadora, especialmente dos bancários contra a ganância patronal. “Mais uma vez, a Justiça do Trabalho age para resgatar o emprego e a dignidade da trabalhadora bancária vítima do descaso dos bancos com seus empregados. Daí a importância da categoria profissional contar com um Sindicato atuante e que tem o apoio de um parceiro jurídico que vem devolvendo os empregos aos bancários e bancárias descartados/as ao bel prazer das instituições financeiras”, concluiu.