segunda-feira, agosto 19, 2019
Home > Destaques > Chapa 1 – Resistência e Luta vence eleição do Sindicato dos Bancários da Paraíba com 98,97% dos votos válidos

Chapa 1 – Resistência e Luta vence eleição do Sindicato dos Bancários da Paraíba com 98,97% dos votos válidos

Nesta quarta-feira (22), os bancários elegeram com 98,97% dos votos a Chapa 1 – Resistência e Luta, encabeçada pelo funcionário do Bradesco, Marcelo de Lima Alves, para comandar o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas do Ramo Financeiro no Estado da Paraíba (Sintrafi-PB) no quadriênio 2019-2023.  A posse está marcada para o dia 11 de julho, na sede da Entidade.

A eleição transcorreu dentro da normalidade, em dois dias de votação, através de uma urna fixa na sede do Sindicato, mais 14 urnas itinerantes para colher os votos de bancários/as aptos/as a votar em seus respectivos locais de trabalho, sendo contabilizados ao final da apuração 1.259 votos, sendo: Votos para a Chapa 1 = 1.246; Votos em Branco = 11; e Votos Nulos = 02.

Eufórico com o resultado da eleição que o conduziu pelo voto à presidência do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcelo Alves agradeceu a confiança da base e falou sobre os desafios a enfrentar juntamente com os demais membros da diretoria.

“Agradecemos a Deus pela tranquilidade do pleito e agradecemos às bancárias e aos bancários que depositaram em nós a confiança para continuarmos conduzindo a luta em defesa dos direitos da classe trabalhadora em geral e a defesa intransigente dos direitos  da categoria bancária. Estamos conscientes dos desafios que vamos enfrentar, ante a conjuntura atual, quando teremos que somar forças para resistirmos às investidas do governo ultraliberal. A renovação da diretoria em torno de 20% traz mais fôlego à nossa experiência para a condução da luta em defesa das empresas públicas, em particular dos bancos estatais, em defesa da democracia e do patrimônio do povo brasileiro, bem como o embate mais difícil que teremos pela frente, que é barrar a reforma da Previdência e garantir aposentadoria digna para todos”, concluiu Marcelo Alves.

Fonte: Seeb – PB