quinta-feira, agosto 22, 2019
Home > Destaques > Bancários apoiam Greve Nacional da Educação e protestam contra a reforma da Previdência em João Pessoa

Bancários apoiam Greve Nacional da Educação e protestam contra a reforma da Previdência em João Pessoa

Liderados pela diretoria do Sindicato dos Bancários da Paraíba, bancárias e bancários apoiaram e participaram ativamente das atividades da Greve Nacional da Educação, na tarde desta terça-feira, 13 de agosto, reforçando a grande passeata que percorreu as principais ruas do centro da Capital em defesa do ensino público, contra os cortes nas verbas para a educação e contra a reforma da Previdência.

Manifestantes protestaram contra o programa “Future-se”, os cortes e contingenciamentos na educação federal e a reforma da previdência. A concentração teve início às 14h, em frente ao Lyceu Paraibano, no Centro da cidade. Por volta das 15h40 teve início a passeata que contornou a Lagoa do Parque Solon de Lucena e se dispersou no Ponto de Cem Réis, em torno das 17h40.

Para o presidente do Sindicato, Marcelo Alves, os trabalhadores e as trabalhadoras do ramo financeiro não poderiam ficar inertes, ante os desmandos do desgoverno Bolsonaro, que dilapida o patrimônio nacional, afronta a democracia,  retira direitos e ataca covardemente as instituições públicas de ensino brasileiras.

“Esse desgoverno fascista e ultraliberal já merecia há algum tempo essa resposta da sociedade brasileira, principalmente da classe trabalhadora, que vem sofrendo todo o tipo de ataques aos seus direitos. E, agora com a retirada de recursos das universidades e dos institutos de educação, fragilizando ainda mais o ensino público no país, o mínimo que poderíamos fazer era apoiar a Greve Nacional da Educação, aproveitando o ensejo para repudiarmos e resistirmos à reforma da Previdência”, concluiu Marcelo Alves.

Fonte: Seeb – Paraíba