terça-feira, fevereiro 25, 2020
Home > Bancos > Banco do Brasil > Sindicato cobra do superintendente comercial mais atenção e transparência na gestão dos escritórios digitais do Banco do Brasil na Paraíba

Sindicato cobra do superintendente comercial mais atenção e transparência na gestão dos escritórios digitais do Banco do Brasil na Paraíba

Nesta terça-feira (4), na sede do Sindicato dos Bancários da Paraíba, a diretoria da entidade se reuniu com o superintendente comercial PF Nordeste I do Banco do Brasil, Edson Vanderley Ody para apresentar denúncias e cobrar solução para os problemas apresentados pelos funcionários dos escritórios digitais no estado, dentre eles  o alto índice de adoecimento, ameaças de descomissionamento e prática de assédio moral  nas cobranças pelo atingimento de metas.

Além desses pontos elencados, os sindicalistas cobraram mais envolvimento da Gepes – João Pessoa na gestão dos escritórios digitais, onde há ruídos de comunicação e falta de feedbacks entre os gestores e suas respectivas equipes de trabalho, principalmente nos momentos de avaliação de desempenho.

Após ouvir as demandas dos bancários, o superintendente Edson assegurou que não há no momento nenhum processo de descomissionamento de gerentes de contas e este ano  foi implantada uma nova GDP que na sua visão é mais justa para os trabalhadores bancários. Na ocasião, se colocou à disposição do Sindicato e pretende manter um diálogo permanente para tratar das demandas do funcionalismo e solucionar os problemas que estiverem dentro de sua alçada. “Quanto à questão das avaliações, vamos estabelecer um processo diário de diálogo e orientação com os gestores dos escritórios digitais para auxiliá-los nos procedimentos de feedbacks, antes de quaisquer anotações negativas nas GDPs dos bancários”, arrematou.

Após as ponderações dos demais diretores presentes à reunião, o presidente Lindonjhonson Almeida reafirmou a disposição do Sindicato de prosseguir recebendo as demandas do funcionalismo do BB e tratando criteriosamente os problemas apresentados para que sejam adotados os procedimentos para as soluções adequadas.

“Ficamos mais tranquilos em sabermos que neste momento não há processos de descomissionamento em curso e que à superintendência comercial também interessa mantermos o diálogo aberto para a solução de problemas que porventura sejam denunciados pelos nossos representados por quais vias: e-mail, telefone, redes sociais, presencialmente na sede do Sindicato ou nas nossas visitas rotineiras às agências, escritórios digitais e demais unidades do BB em nossa base. Vamos continuar atentos e vigilantes ao bem-estar de bancárias e bancários nos seus respectivos locais de trabalho”, concluiu Londonjhonson.

Fonte: Seeb – PB