sexta-feira, abril 10, 2020
Home > Destaques > Em meio à Pandemia do COVID-19 Banco do Brasil descomissiona funcionário e Sindicato fecha escritório digital em João Pessoa

Em meio à Pandemia do COVID-19 Banco do Brasil descomissiona funcionário e Sindicato fecha escritório digital em João Pessoa

Nesta sexta-feira (20), a diretoria do Sindicato dos Bancários da Paraíba fechou um escritório digital do Banco do Brasil em João Pessoa, em protesto contra o descomissionamento de um funcionário em meio à Pandemia do COVID-19 que assola o país. Enquanto gestores do BB agem sem a menor sensibilidade, o Sindicato aguarda medidas solicitadas ao governador da Paraíba para suspender o atendimento presencial nas agências bancárias no estado, para evitar as aglomerações e conter o contágio.

Durante a paralisação, diretores do Sindicato falaram sobre as atividades da entidade sindical em defesa da categoria e da sociedade contra avanço da crise viral.

“O Sindicato tem tomado uma série de iniciativas para proteger os trabalhadores bancários e várias medidas foram adotadas pela vigilância sanitária, prefeitura da capital e governo do estado para evitar a contaminação pelo Coronavírus. Mas, como essas medidas ainda são insuficientes para conter o vírus, apelamos para os poderes constituídos reforçarem essa luta que é de todos”, ressaltou a dirigente sindical Magali Pontes.

O presidente do Sindicato falou sobre as atividades desenvolvidas pela diretoria para a proteção de bancários, clientes e usuários, inclusive sobre o pedido de ajuda ao governo estadual.

“Temos atuado cotidianamente em defesa da categoria no acatamento de denúncias, como a que ensejou essa paralisação de protesto, temos fiscalizado se os bancos estão cumprindo o Protocolo de Ações de Prevenção gerado pelo Comitê de Crise e também buscado ajuda na esfera política. Ontem protocolamos ofício ao governador João Azevêdo pedindo que o poder executivo estadual suspendesse o atendimento presencial nas agências, como forma de evitar a aglomeração de pessoas e, consequentemente, o contágio pelo Coronavírus. Agora, esperamos que o governador faça como outros governadores que tomaram medias para proteger o povo em geral, entre as quais, o fechamento de agências bancárias para atendimento presencial. Essa é uma luta de todos nós. Se os banqueiros só se preocupam com seus lucros, vamos defender o bem mais precioso do povo, que é a vida”, concluiu Lindonjhonson Almeida.

Fonte: Seeb – PB