Seec-AL

Os diretores da Contraf-CUT participaram do evento - Seec-AL

Os diretores da Contraf-CUT participaram do evento

Bancárias mostraram toda força feminina no 8º Encontro categoria – Junção de forças e comprometimento da categoria diante da árdua luta que se aproxima com a Campanha Nacional 2016. Essas foram algumas palavras de ordem citadas pelos bancários que participaram do 8º Encontro Regional, que foi realizado nos dias 03 e 04, na sede do Sindicato dos Bancário de Alagoas.

Com o tema “RESISTIR É PRECISO” vários bancários entre dirigentes sindicais, delegados e autoridades participaram do evento, no qual foram discutidas propostas para a Conferência Regional do Nordeste, nos dias 08,09 e 10 de julho, para que assim seja encaminhada para a Conferência Nacional, realizada 29,30 e 31 de julho, na qual definirá a pauta final de reivindicações da Campanha Nacional 2016 a ser entregue à Federação dos Bancos (Fenaban).

O economista Cícero Péricles deu início a uma discussão sobre o cenário político e econômico e como as mudanças no governo afetam a classe trabalhadora.

Na ocasião foi abordado pelo Deputado Paulão e o ex-presidente do Sindicato Sérgio Braga, a importância das mobilizações e da conscientização dos bancários quanto aos ataques aos direitos trabalhistas da categoria. O debate oi intenso e contou com a ampla participação da categoria.

O diretor de Formação Sindical, responsável pela organização do evento Cláudio Gama, destacou que a participação da categoria é essencial, principalmente pelas discussões e deliberações que são propostas durante o encontro. “São em encontros como esses que a categoria pode entender um pouco mais sobre o momento que estamos vivendo no país. Aqui a diversidade de opiniões contribuiu para o engrandecimento das discussões e um maior esclarecimento da luta bancária que não é nada fácil”, afirmou Gama. 

2° dia do Encontro é marcado pelo engajamento

O segundo dia do encontro conseguiu promover a integração da categoria, bem como chamar os bancários para se engajarem ao lado do Sindicato.  Com objetivo de mobilizar a categoria para a luta dos trabalhadores e incentivar uma maior participação na atividade sindical, os bancários participaram ativamente de palestras, discussões, debates, além de aprovar o Regimento.

Os discorres começaram com a economista Cláudia Uehara, que palestrou sobre a conjuntura bancária (Dieese), alertando a categoria sobre o cenário que os bancários vão encontrar durante a campanha, além de uma densa análise econômica.

 Os bancários presentes no evento mostraram, mais uma vez, o poder de mobilização que a categoria possui e esquentaram os debates promovidos pelos diretores da Contraf-CUT, Carlos Souza, que tratou sobre o BB, Gustavo Tabatinga, sobre o BNB, e Fabiana Uehara Proscholdt, sobre a Caixa.

Nos debates foi discutida a crise política e econômica do país, alertando os bancários sobre a campanha deste ano que será uma das mais difíceis que já se teve notícias. A categoria participou ativamente dos debates.

 Na parte da tarde, houve debates em grupos sobre questões gerais e específicas de bancos públicos e privados.  Os participantes se reuniram separadamente por segmento, dividindo-se em quatros grupos, Caixa, BB, BNB e bancos privados. Na pauta das reuniões por bancos foram discutidos remuneração e condições de trabalho; Saúde e Previdência; Organização do Movimento; Emprego, e outros.

O presidente Jairo França, fez um balanço sobre o encontro, destacando-o com saldo positivo. “O Encontro conseguiu mostrar o poder de mobilização que a categoria bancária possui. Conseguimos estocar forças, para utilizá-las no momento certo. Vivemos um momento turbulento diante da retira de direitos dos trabalhadores e aqui no encontro conseguimos garimpar e fortalecer o movimento”, destacou Jairo França.

Os bancários vão elencar as principais reivindicações da categoria para serem levadas às Conferencias Regionais e Nacionais, para depois ser entregue aos banqueiros a pauta nacional.

Fonte: Seec-AL

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster