Policial entra na agência do HSBC após suspeita de que havia explosivo

As agências do HSBC da Avenida Getúlio Vargas e do Banrisul de Nova Araçá, em Porto Alegre, foram assaltadas na manhã desta quarta-feira, dia 6. Já são 10 ataques em fevereiro, contra apenas seis registrados no mesmo mês de 2012. No ano já são 16 casos, contra 15 apurados nos dois primeiros meses do ano passado.

De acordo com a Brigada Militar, os criminosos invadiram a agência do HSBC pouco antes das 8h, renderam os funcionários e roubaram o cofre. Perto das 10h, o bando teria fugido e deixado no local um artefato.

Depois de uma pequena detonação feita por volta das 12h40, o capitão do Gate, Felipe Santos Rocha, confirmou que o material era apenas um simulacro. A agência ficará fechada para perícia e não deve reabrir no restante do expediente.

O Sindicato dos Bancários de Porto Alegre esteve no local acompanhando os fatos e prestando assistência aos bancários.

Mais uma vez o presidente Mauro Salles criticou a inoperância dos bancos em tomar iniciativas para barrar a violência. "Não vamos esperar que uma tragédia ocorra para se tomar providências. Os bancários estão sendo vítimas de uma violência psicológica por parte dos bandidos, que mostram conhecimento do cotidiano dos colegas. Isso é muito mais perturbador do que arma apontada contra a sua cabeça", protesta o presidente, presente no Menino Deus.

Além de terem sido dispensados, os funcionários não devem voltar ao trabalho na quinta-feira, dia 7. Os diretores do Sindicato colocaram o departamento de Saúde e os psicólogos à disposição dos colegas, que estavam muito abalados e nervosos após o ataque. O Sindicato cobrou que a unidade, quando voltar a funcionar, tenha outros funcionários. Os bancários que presenciaram o ataque, além da emissão de CAT (Comunicação de Acidente do Trabalho), devem ter um período para recuperação plena.

No Banrisul, gerente é feito refém

Já a agência do Banrisul de Nova Araçá foi assaltada por volta das 10h, pouco após a abertura do estabelecimento, que fica no centro do município.

Conforme testemunhas, entre cinco e seis criminosos chegaram agência em uma Saveiro. Eles desceram do veículo atirando contra o prédio e entraram. Na ação fizeram seis pessoas reféns, entre elas o gerente do banco. Foram roubados três malotes de dinheiro.

Em seguida, os criminosos fugiram com as vítimas em uma caminhonete S10 com placas de Caxias do Sul. A Brigada Militar e a Polícia Civil fazem barreiras para tentar localizar os criminosos. Durante a fuga, os assaltantes teriam atirado em caminhões para abrir passagem.

Os reféns foram libertados em Nova Bassano, alguns com ferimentos leves.

Estatística do Medo – Fevereiro de 2013

1. Dia 1º: Caixa Econômica Federal – Porto Alegre (Av. Sertório) – arrombamento
2. Dia 1º: Itaú – Porto Alegre (Av. Protásio Alves) – arrombamento
3. Dia 1º: Banco do Brasil (Campestre da Serra) – assalto
4. Dia 2: Banrisul (Tio Hugo) – arrombamento com uso de explosivos
5. Dia 2: Santander – Porto Alegre (Carlos Gomes) – arrombamento
6. Dia 3: Itaú – Porto Alegre (Av. Protásio Alves) – arrombamento
7. Dia 4: Caixa Econômica Federal Porto Alegre (Quintino Bocaiúva) – arrombamento
8. Dia 4: Bradesco – Porto Alegre (Teresópolis) – arrombamento
9. Dia 6: Banrisul – Nova Araçá – assalto com refém
10. Dia 6: HSBC – Porto Alegre (Menino Deus) – assalto com uso de explosivos

Fonte: Seeb Porto Alegre

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster