Os dirigentes do Sindicato dos Bancários de Angra dos Reis ficaram sabendo quase sem querer da audiência realizada pela Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor da Câmara Municipal de Angra dos Reis para tratar das filas nos bancos. A reunião foi transmitida pela TV legislativa local e o presidente do sindicato, Jorge Valverde, assistindo distraidamente, reconheceu alguns dos presentes ao encontro.

Eram os gestores das agências bancárias do município, que foram convidados pela Comissão para discutir o problema da demora no atendimento à população.

Em ofício enviado à Comissão, os diretores do Sindicato de Angra dos Reis destacaram que teria sido oportuno ouvir a entidade representativa da categoria bancária. Não só porque as filas são consequência da escassez de trabalhadores nas agências, mas também porque o movimento sindical já usa há vários anos o mote "Mais bancários, menos filas" como reivindicação nacional. O documento foi entregue durante a sessão plenária de 26 de março, com cópias para todos os 12 vereadores.

No ofício, o Sindicato de Angra também manifestou sua discordância quanto às propostas feitas durante a audiência, que transferem para a população a responsabilidade de resolver – ou, pelo menos, minimizar – o problema. Para os dirigentes, orientar a população a ir ao banco em determinados horários que, tradicionalmente, têm menor movimento ou conduzir clientes e usuários aos caixas eletrônicos não resolve a situação. Esta segunda sugestão é particularmente mal vista, uma vez que, além de somente transferir as filas de dentro das agências para o hall eletrônico, ainda faz o cliente trabalhar para o banqueiro, que cobra juros e tarifas exorbitantes e, mesmo assim, se recusa a contratar mais funcionários para atender à população.

Os dirigentes sindicais aproveitaram a oportunidade para comunicar que estão prestes a lançar uma nova edição da campanha "Mais bancários, menos filas" no mês de abril. O objetivo é informar os cidadãos de Angra dos Reis da necessidade de lutar por seus direitos como consumidores, exigindo a contratação de mais trabalhadores para os bancos em atuação no município. A ação do sindicato também orienta clientes e usuários a cobrar das autoridades locais a fiscalização das unidades bancárias que descumprirem a lei que fixa o tempo máximo para espera por atendimento.

Contra-ataque na TV – Dias depois da emissora de televisão parlamentar transmitir a audiência da Comissão de Defesa do Consumidor, o Sindicato dos Bancários ofereceu sua visão aos angrenses também pela TV. O presidente da entidade, Jorge Valverde, foi entrevistado pelo programa Comunidade em Ação, da emissora Comunitária. Na ocasião, o dirigente divulgou junto à população a campanha "Mais bancários, menos filas", que está sendo preparada e deve chegar às ruas na segunda quinzena de abril.

Fonte: Seeb Angra dos Reis

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster