Crédito: Seeb Porto Alegre
Seeb Porto Alegre
Assembleia dos banrisulenses intensifica mobilização em Porto Alegre

Após a rejeição da proposta do Banrisul pela maioria das assembleias realizadas pelos sindicatos na terça-feira (7) e na manhã desta quarta-feira (8), a Fetrafi-RS enviou ofício à direção do banco, informando os resultados e se colocando à disposição para a retomada do diálogo.

Em resposta ao documento, a direção do Banrisul agendou no início da noite desta quarta-feira uma nova rodada de negociação, a ser realizada nesta quinta-feira (9), às 11h, na sede da Associação dos Bancos do Rio Grande do Sul, no centro de Porto Alegre.

No ofício enviado ao banco, além de informar que a proposta foi aprovada somente em duas das 38 bases sindicais no Estado, a Fetrafi-RS reitera a disposição do movimento sindical de resolver os impasses que levaram a categoria a rejeitar a última proposta e manter a greve.

Mobilização

Em assembleia realizada na tarde desta quarta-feira, no Clube do Comércio, no centro da capital gaúcha, os banrisulenses reafirmaram a vontade de intensificar a mobilização para arrancar uma nova proposta da direção do banco.

Eles também decidiram pela realização de uma passeata nesta sexta-feira (10), com concentração a partir das 12h, em frente ao prédio da Direção Geral (DG) do Banrisul. A caminhada sairá às 14h e irá percorrer as ruas do centro de Porto Alegre em direção ao Palácio Piratini, sede do governo gaúcho.

Além disso, os bancários decidiram elaborar um calendário de mobilização. Nesta quinta-feira, às 8h, em frente à DG, haverá um café da manhã de mobilização.

O presidente do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre, Everton Gimenis, lembrou que os banrisulenses se concentram todas as manhãs, a partir das 8h, na Praça da Alfândega, entre o Banrisul e a Caixa, e que os colegas devem entrar em contato com a entidade caso a sua agência ainda não estiver aderindo à greve. A ideia é ir até as unidades que não pararam para fazer piquetes de convencimento.

“Temos dito desde o início da greve que este ano a nossa pressão conseguiu fazer com que os bancos privados, a Caixa e o Banco do Brasil melhorassem muito as suas propostas. Com o Banrisul não vai ser diferente. Chegou a hora de fechar a agência e vir para a frente da DG ajudar a ampliar a pressão”, afirmou Gimenis.

Fonte: Contraf-CUT com Seeb Porto Alegre e Fetrafi-RS

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster