Crédito: Correio do Sul
Correio do Sul Um assalto ao posto de atendimento do Banco do Brasil de Passo de Torres, em Santa Catarina, causou grande mobilização entre as polícias de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Dois homens foram presos na tarde de sexta-feira, dia 13, pouco depois do assalto, e os policiais investigam se eles fazem parte de uma quadrilha que esteja agindo na região.

De acordo com o tenente Alberto Cichella, o crime ocorreu por volta das 12h20, próximo ao encerramento do expediente do posto de atendimento, que fecha às 12h30. Dois homens armados entraram e enquanto um deles rendeu o vigilante, o outro foi até o caixa, obrigando-o a entregar o dinheiro.

Conforme o delegado André Luís Mendes da Silveira, uma terceira pessoa, um cliente, também foi rendido quando entrou no posto no meio da ação dos criminosos.

O cofre estava fechado e, como possui sistema que somente permite abri-lo em horários pré-determinados, foi ignorado. A dupla fugiu levando o colete e a arma do vigilante, uma quantia que estava nas gavetas e que não foi informada pela direção do BB, e o automóvel do responsável pela agência.

As vítimas ficaram amarradas com lacres bancários, mesmo assim o vigilante conseguiu acionar a Polícia Militar. Em rondas, a PM encontrou um suspeito próximo ao Fiat Palio roubado, que já havia sido abandonado com a chave na ignição. Ele foi levado para a delegacia.

O posto de atendimento do Banco do Brasil de Passo de Torres não possui porta giratória e já havia sido assaltado no ano passado.

Fonte: Correio do Sul

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster