A Contraf-CUT, federações e sindicatos assinaram nesta segunda-feira, dia 30, em São Paulo, os aditivos à Convenção Coletiva do Trabalho 2008/2009 com o Santander e o Real. A conquista, histórica, é resultado de sete meses de duras rodadas de negociação e prevê direitos além dos estabelecidos na convenção de todos os bancários, como os incentivos à aposentadoria.

A partir da assinatura, começa a valer o prazo de 30 dias para que os trabalhadores das duas empresas, que já reúnem as condições exigidas, possam aderir à licença remunerada pré-aposentadoria, o chamado "pijama". Para os que não preencheram os requisitos até a assinatura do acordo, o prazo para a adesão é de 15 dias a contar da data em que preencher os requisitos.

Os que já se aposentaram pelo INSS, e que estão trabalhando, ou quem até o dia 9 de abril passar a reunir as condições para se aposentar, poderá aderir ao plano de incentivo à aposentadoria, mediante o recebimento de um abono indenizatório. Nesse caso, a adesão terá de ser feita nos bancos até 9 de abril.

Qualquer adesão é voluntária.

"Esperamos que o banco pare de demitir e respeite o que foi acordado. O principal objetivo do pijama e do abono indenizatório é a criação de vagas nesse processo de fusão", destaca o presidente da Afubesp, Paulo Salvador.

Nos próximos dias, os trabalhadores interessados que preenchem os requisitos necessários já poderão aderir ao "pijama" no Sindicato. Para tanto, será preciso trazer: duas cópias, mais o documento original, da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), constando qualificações e registros; duas cópias, mais o documento original, do comprovante de estabilidade pré-aposentadoria, conforme cláusula 24, parágrafo 1º, da Convenção Coletiva de Trabalho, e cláusula 15ª do aditivo do Santander; duas cópias da simulação da contagem de tempo para aposentadoria.

Fonte: Seeb Porto Alegre, com Seeb/SP

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster