Crédito: Mortebrutal.com
Mortebrutal.com Nesta segunda-feira (9), o Sindicato dos Bancários do Piauí realiza Ato Público em protesto contra a falta de segurança, a partir das 9h, em frente ao Banco do Brasil, agência Álvaro Mendes.

A manifestação acontece em todas as agência do Piauí, com o objetivo de mostrar a indignação dos bancários e também da população que estão a mercê dos bandidos, dianta da falta de segurança existente nos bancos. A preocupação cresce mais quando chega o período de pagamento de aposentados e pensionistas, folha de pagamento de municipíos e Estado.

A orientação para os dirigentes sindicais e toda a categoria é:

– realizar Ato Público nesta segunda-feira às 9h, em todas as agências do Estado;

– fazer uma oração (Pai-nosso e Ave Maria) às 10h;

– as agências do interior do Estado podem confeccionar uma faixa, mostrando o luto;

– distribuir carta aberta aos clientes e usuários dos bancos;

– avisar todos os colegas das agências bancárias.

Clique aqui para ver a íntegra da carta aberta.

CARTA ABERTA À POPULAÇÃO

Os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil vivem hoje em clima de tensão permanente pela falta de segurança nos vários segmentos da sociedade. Com os bancários não é diferente, pois a onda de assaltos a banco aumentou assustadoramente nos últimos anos, sendo cada vez mais ousada a forma como vem agindo as quadrilhas especializadas neste tipo de delito.

Os bancário(a)s do Brasil, através das entidades representativas do funcionalismo, Contraf-CUT (Confederação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro), Fetec-NE (Federação dos Trabalhadores em Empresas de Crédito do Nordeste) e os Sindicatos de Bancários de todo País, vêm tentando junto aos bancos e aos governos a melhora na segurança dos trabalhadore(a)s dos bancos e os clientes, tanto que conseguimos nos últimos acordos a instalação de comissão bipartite sobre segurança, porém, sem muitos avanços.

Em audiência pública realizada no último dia 01.03.2011, na Assembléia Legislativa do Piauí, o Sindicato dos Bancários do Piauí sugeriu o reforço do policiamento no período de pagamento dos aposentados, a instalação de pelotão de policiamento em região de fronteiras, como é o caso do município de Luzilândia, onde no dia 03.05.2011 ocorreu a execução do gerente do Banco do Brasil, Humberto Veloso, num assalto que repercutiu nacionalmente.

Infelizmente, os banqueiros e os governos não têm demonstrado nenhuma sensibilidade em resolver o problema. O Bradesco, por exemplo, quando o sindicato solicitou a instalação de câmeras, portas giratórias e contratação de vigilantes para os PAAs (Posto Avançado de Atendimento), respondeu que se fosse atender esta reivindicação era melhor fechar os postos e o Itaú de Picos, até o momento, não instalou a porta giratória.

Por tudo isso, os bancários protestam no dia 09.05.2011 contra essa falta de responsabilidade social praticada pelos patrões em relação aos empregados e empregadas e toda a sociedade.

POR MAIS SEGURANÇA NOS BANCOS

A VIDA VALE MAIS QUE O LUCRO

CONTRAF-CUT
SEEBF/PI
FETEC/NE
CUT

Fonte: Seeb Piauí

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster