Os bancários de Caxias do Sul e Região, reunidos em assembleias no final da tarde desta segunda-feira (26), aceitaram a proposta de aumento apresentada no final de semana pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

As assembleias foram segmentadas em bancos privados, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal que aceitaram por unanimidade a proposta. No Banrisul, a grande maioria foi favorável à aceitação da proposta formulada pela Fenaban, uma vez que a diretoria do banco gaúcho afirmou na sexta-feira (23) que acataria o que fosse proposto pela federação dos bancos.

Além dos reajustes de 10% para os salários, para a PLR e para o piso e o de 14% para os vales refeição e alimentação, já ofertados na sexta-feira (23), os banqueiros aceitaram abonar 63% das horas dos trabalhadores de 6 horas, de um total de 84 horas, e 72% para os trabalhadores de 8 horas, de um total de 112 horas.

Serão considerados para efeito de compensação os dias de paralisação de 6 de outubro a 26 de outubro de 2015. Assim, um dia após a assinatura do acordo, os trabalhadores compensariam, no máximo, uma hora por dia útil, até o dia 15 de dezembro.

A nova proposta da Fenaban, apresentada no 19º dia da greve, significa a manutenção do modelo que vinha sendo colocado em prática nos últimos anos, de reposição integral da inflação mais aumento real e abono parcial dos dias parados. Na proposta inicial, que levou os bancários à greve, os banqueiros se negavam até mesmo a repor a inflação do período e tentaram reconstruir um modelo ultrapassado de abono salarial.

Fonte: Seeb Caxias do Sul

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster