Bancários de Criciúma abriram a Campanha Nacional 2016, nesta sexta-feira (19), com ato no Bradesco. Com o tema “Só a Luta Te Garante” representado por uma flor, foi entregue um panfleto para os trabalhadores.

Nas falas o presidente do Sindicato dos Bancários de Criciúma e Região, Edegar Generoso, reforçou a importância da união de todos para esta negociação avaliada como umas da mais desafiadoras para a categoria nos últimos anos. “As negociações começaram ontem em São Paulo e na Região estamos hoje mostrando à sociedade as nossas reivindicações e, buscando a solidariedade à nossa luta. Afinal, os bancos constituem o setor mais lucrativo da economia e podem pagar as nossas reivindicações propiciar melhores condições de trabalho”, pontuou Generoso.

Nesta negociação, os bancários pedem reajuste de 14,78%, valorização do piso salarial no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$3.940,24 em junho), PLR de três salários mais R$ 8.317,90, defesa do emprego, combate às metas abusivas e ao assédio moral, fim da terceirização e contra a perda de direitos entre outros. (Veja abaixo todas as reivindicações). 

Segundo Generoso, a categoria não vai aceitar a terceirização, a precarização dos empregos, o desrespeito às conquistas previstas pela CLT, ou qualquer reforma da Previdência que aumente a idade mínima da aposentadoria de homens e mulheres que há tantos anos pagam suas contribuições e merecem respeito”, contestou.

São cerca de 800 trabalhadores distribuídos em 60 agências dos Postos de Atendimento Bancário (PABX) nos 10 municípios integrando a base do sindicato: Criciúma, Içara, Balneário Rincão, Morro da Fumaça, Forquilhinha, Cocal do Sul, Urussanga, Siderópolis, Nova Veneza e Trevisco.

Fonte: Seeb Criciúma

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster