Forte adesão no primeiro dia de paralisação dos bancários em Piracicaba. Nesta terça-feira (6), 98% das agências permaneceram sem atendimento ao público contra a proposta de reajuste de 6,5% e um único abono de R$ 3 mil, apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), que representa perda salarial de 2,8% para a categoria. Santa Bárbara D`Oeste, Rio das Pedras e Capivari também aderiram à greve.

“Neste primeiro dia de luta demos a nossa resposta para a proposta provocativa e desrespeitosa dos banqueiros, que sequer repõe a inflação do período”, ressaltou a presidenta em exercício do Sindicato dos Bancários (SindBan), Angela Ulices Savian.

Região – Em Santa Bárbara D`Oeste, cerca de 93% das agências permaneceram fechadas e em Rio das Pedras, 60%. Já em Capivari, a paralisação foi espontânea, correspondendo a 50% os pontos fechados.  Segundo a presidenta, a expectativa após o feriado é de expansão do movimento. “A insatisfação é enorme.”

Fonte: Seeb Piracicaba

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster