A mobilização é por conta da falta de pagamento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de 2015

 

Os funcionários do BNB da base do Sindicato dos Bancários da Bahia aprovaram, em assembleia, ocorrida nesta segunda-feira (18/04), na entidade, paralisação nas unidades do banco até 12h desta terça-feira (19/04), por conta da falta de pagamento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) de 2015.

Outra sugestão da assembleia é uma paralisação nacional no dia 28 de abril. O assunto será debatido. Na última campanha salarial, o banco havia assumido o compromisso com a representação dos trabalhadores de seguir o acordo da Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) para o benefício. Inclusive, colocou como condição para encerramento da greve. No entanto, este ano, deixou os funcionários a ver navios. Nada de PLR. 

A instituição enviou, na semana passada, comunicado aos trabalhadores com argumentos para a negativa do pagamento da PLR. O banco não teria alcançado as metas de desempenho determinadas pelos Ministérios da Fazenda e do Planejamento. 

A empresa informou que tentaria o pagamento, junto ao Dest (Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais), de 6,25% do lucro líquido (R$ 305,7 milhões em 2015). No entanto, a Convenção Coletiva de Trabalho prevê, no mínimo, 12%. 

O Sindicato da Bahia já ingressou com ação, protocolada no ano passado, para pagamento da primeira e segunda parcela do benefício. Agora, aguarda julgamento.

A mobilização continua até que o BNB cumpra com o acordado e trate com respeito os empregados. A PLR não é favor. É direito. 

Fonte: Seeb Bahia

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster