Convite

Convite

O Sindicato dos Bancários do Ceará vai promover, nesta sexta-feira (6), às 19 horas, em sua sede, um ato contra o deputado federal Jair Bolsonaro (PTB/RJ). O parlamentar chocou a sociedade brasileira quando homenageou um dos mais ferrenhos torturadores da ditadura militar – o Coronel Ustra, na Câmara, no dia 17 de abril, quando votou pelo impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

O Coronel Ustra foi responsável pelo período de tortura vivido pela presidente Dilma Rousseff e mais dezenas de outras vítimas, quando ela militava nos anos 1960 contra o regime militar no país.

O ato dos bancários foi intitulado “Não Vamos Esquecer. Não Vamos Deixar Acontecer” e virá como resposta, segundo a entidade, à postura de intolerância e ódio pregada pelo parlamentar. No evento, a participação de pessoas que foram torturadas durante a ditadura militar, darão seus depoimentos e alertarão para que essas atrocidades não voltem a acontecer.

Também neste ato, será entregue uma queixa crime contra o deputado à Procuradoria da República cobrando providências contra as posturas preconceituosas e fascistas de Jair Bolsonaro.

O Sindicato dos Bancários do Ceará fica na Rua 24 de Maio 1289, Centro de Fortaleza.

Fonte: Seeb Ceará

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster