rio de janeiro

rio de janeiro

Em três assembleias realizadas em separado nesta segunda-feira (26), empregados de bancos privados, do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal aprovaram a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), válida para todos os bancários, e nas do BB e CEF, também os acordos coletivos que asseguram direitos específicos para os funcionários dos dois bancos públicos. Com isto, está suspensa a greve da categoria na cidade do Rio de Janeiro, iniciada no último dia 6.

Os bancos voltam a funcionar normalmente nesta terça-feira (27). A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) começou as negociações com o Comando Nacional dos Bancários apresentando, no dia 25 de setembro, uma proposta rebaixada de 5,5%, contra uma inflação anual de 9,88% (de 31 de agosto de 2014 a 1º de setembro de 2015). Somente no dia 20 de outubro propôs novo percentual de reajuste, desta vez de 7,5%, ainda muito rebaixado. Com o crescimento da greve em todo o país, subiu o índice para 8,75%, insuficiente, no dia 21.

Somente na última sexta-feira chegaram aos 10%. A proposta da Fenaban aprovada pelos bancários cariocas Reajuste: 10%. Pisos – Piso de portaria após 90 dias: R$ 1.377,62. – Piso de escriturário após 90 dias: R$ 1.976,10. – Piso de caixa após 90 dias: R$ 2.669,45 (que incluem R$ 470,75 de gratificação de caixa e R$ 222,60 de outras verbas de caixa). PLR regra básica: 90% do salário mais valor fixo de R$ 2.021,79, limitado a R$10.845,92. Se o total apurado ficar abaixo de 5% do lucro líquido, será utilizado multiplicador até atingir esse percentual ou 2,2 salários (o que ocorrer primeiro), limitado a R$ 23.861,00. PLR parcela adicional: 2,2% do lucro líquido distribuídos linearmente, limitado a R$ 4.043,58. Antecipação da PLR até 10 dias após assinatura da Convenção Coletiva: na regra básica, 54% do salário mais fixo de R$ 1.213,07, limitado a R$ 6.507,55. Da parcela adicional, 2,2 % do lucro líquido do primeiro semestre, limitado a R$2.021,79.

O pagamento do restante será feito até 1 de março de 2016. Auxílio-refeição: de R$ 26 para R$29,64 por dia. Cesta-alimentação: de R$ 431,16 para R$ 491,52 13ª cesta-alimentação: de R$431,16 para R$491,52 Auxílio-creche/babá: de R$ 358,82 para R$ 394,70 para filhos até 71 meses. E de R$ 306,96 para R$ 337,66 para filhos até 83 meses. Requalificação profissional: de R$ 1.227,00 para R$1.349,70.

Fonte: Seeb Rio

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster