Crédito: Fetrafi-RS e Seeb Porto Alegre
Fetrafi-RS e Seeb Porto Alegre No décimo-primeiro dia de greve, nesta sexta-feira (10), em Porto Alegre, os funcionários do Banrisul ampliaram a mobilização e participaram de uma audiência de mediação requerida pelo banco no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 4ª Região.

Após quatro horas de debates, a reunião entre o Banrisul e as entidades sindicais foi encerrada no fim da tarde com algumas alterações na proposta apresentada pelo banco em negociação ocorrida nesta quinta-feira (9) com o Comando Nacional dos Banrisulenses e rejeitada nas assembleias dos sindicatos.

Os representantes do banco propuseram o aumento da 13ª cesta-alimentação para R$ 1.085 e fixaram datas para a finalização do novo Plano de Carreira.

O banco também se comprometeu a reativar a Comissão Paritária sobre Plano de Carreira até o próximo dia 31 de outubro, a fim de cumprir o seguinte cronograma:

. até 31/12/2014 – Elaboração das primeiras conclusões
. até 30/04/2015 – Apresentação das conclusões

O banco ainda irá criar uma subcomissão específica para discutir as funções de escriturário especialista e técnico em TI.

Clique aqui para ler a íntegra da ata de mediação.

Dias parados

O Banrisul propôs a compensação de todas as horas dos dias parados na greve, entre 7 e 10 de outubro, após o fim do prazo de compensação determinado na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) com a Fenaban, no limite de uma hora por dia.

A proposta ratificada pelo banco e com os adendos deve ser apreciada pelos banrisulenses em assembleias nesta segunda-feira (13), sendo que a Fetrafi-RS terá que informar os resultados das mesmas ao TRT até as 18h do mesmo dia.

Mobilização

Enquanto rolava a mediação no TRT-RS, os banrisulenses realizaram uma grande passeata no centro da capital gaúcha, mostrando a força da greve e a disposição de luta dos trabalhadores.

Estiveram presentes delegações de vários sindicatos do interior do estado, como Novo Hamburgo, Pelotas e Santa Maria.

Após uma concentração em frente ao prédio da Direção Geral (DG) do Banrisul, na Praça da Alfândega, a caminhada tomou as ruas com muita vibração e foi até o Palácio Piratini, onde os bancários protestaram, cobrando ação do governo gaúcho junto à direção do banco para atender as demandas dos trabalhadores e resolver o impasse da greve.

Depois, os banrisulenses decidiram intensificar a mobilização e seguiram em passeata até o prédio do TRT-RS, onde aguardaram o final da mediação.

Nesta segunda-feira (13) haverá nova concentração na Praça da Alfândega, almoço coletivo, reunião dos funcionários da rede de agências e assembleia dos banrisulenses, às 15h, no Clube do Comércio.

Fonte: Contraf-CUT com Fetrafi-RS e Seeb Porto Alegre

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster