Crédito: Seeb Porto Alegre
Seeb Porto AlegreAssembleia dos funcionários do Banrisul em Porto Alegre

Os banrisulenses da maioria dos sindicatos do Rio Grande do Sul decidiram nas assembleias realizadas, nesta segunda-feira (13), permanecer em greve, que completa 15 dias nesta terça-feira (14). 

A Federação dos Trabalhadores das Instituições Financeiras do Rio Grande do Sul (Fetrafi-RS), junto com a categoria, segue no aguardo de uma negociação com o banco que atenda a pauta da reivindicação específica. 

A última proposta apresentada aos banrisulenses pelo Banrisul, durante audiência de mediação na última sexta-feira (10) no TRT-RS em Porto Alegre, foi rejeitada pela maior parte dos bancários. Confira:

– 13ª Cesta Alimentação de R$ 1.085,00 (foi aplicado o reajuste de 8,5%).

– Reativação da Comissão de Plano de Carreira, para cumprir o seguinte calendário:

Até 31/10/2014 – Reativação da Comissão Paritária;

Até 31/12/2014 – Apresentação das primeiras conclusões;

Até 31/04/2015 – Apresentação das considerações finais para a diretoria do Banco e Fetrafi/RS.

O Banrisul também propõe a criação de subcomissões para discussão dos cargos de Escriturário Especialista e Técnico em TI.

Em relação aos dias parados, o banco propõe a compensação das horas não trabalhadas de 7 a 13/10/2014 – período de greve somente do Banrisul. A compensação será de até uma hora por dia, a partir do fim do prazo estipulado para compensação da greve geral da categoria, que é 31 de outubro para quem trabalha 6h e 7 de novembro para quem trabalha 8h.

A Fetrafi-RS teve prazo até as 18h desta segunda-feira para informar ao TRT-RS os resultados das assembleias. 


Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster