O Banco Cruzeiro do Sul anunciou nesta segunda-feira que pretende realizar uma captação externa, que pode ser a primeira operação desse tipo feita por uma instituição financeira de médio porte do país em 2009.

A expectativa é de que as condições da oferta sejam conhecidas no dia 15, quando encerra o prazo para a coleta das intenções de investimentos, disse à Reuters Fausto Guimarães, diretor de relações com investidores do banco.

Segundo disse à Reuters uma fonte ligada à operação, o Cruzeiro do Sul está oferecendo aos investidores um rendimento 9,75 por cento ao ano para um papel com vencimento em junho de 2011.

A operação pode marcar a volta dos bancos brasileiros de pequeno e médio portes ao Mercado de captações externas, que está congelado desde meados do terceiro trimestre 2008, após a quebra do gigante norte-americano Lehman Brothers.

A última emissão deste tipo feita pelo Cruzeiro do Sul aconteceu em agosto, quando o banco captou 50 milhões de dólares em notas de 10 meses, afirmou Guimarães.

Segundo ele, o tamanho da captação agora vai depender da demanda dos investidores. "Nossa sensação é de que o mercado está melhor para o Brasil. Vamos tentar descobrir como está o apetite dos investidores", disse.

Os recursos obtidos com a captação, que está sendo coordenada pelo BCP Securities, serão utilizados para o banco ampliar sua oferta de crédito com desconto em folha de pagamento, o principal nicho de mercado do Cruzeiro do Sul.

Os investidores podem estar restabelecendo o interesse em comprar papéis de empresas de mercados emergentes, depois de que os sinais de recuperação da economia global parecem estar se tornando mais evidentes, disse o ING Bank em um relatório liberado nesta segunda-feira.

Fonte: Agência Reuters / Aluisio Alves e Guillermo Parra-Bernal

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster