Brasília – O Banco do Brasil divulgou nota hoje (8) para informar que definiu a estratégia de participação no Programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal, que visa a facilitar a compra de imóveis para famílias de menor renda.

Segundo o comunicado, o BB vai oferecer linhas de crédito para financiar a construção de novas unidades, com a destinação de recursos para pessoa jurídica, e o financiamento da compra de imóveis novos por pessoa física, com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O banco tem autorização para usar o repasse de R$ 500 milhões do FGTS, de acordo com a nota. Além disso, vai elaborar novo modelo de negócio para a contratação de operações de crédito imobiliário para se adaptar ao programa.

O BB vai operar exclusivamente com imóveis novos para o público com faixa de renda entre três e dez salários mínimos, com preferência para aquelas unidades originárias de financiamentos destinados à produção. Estima-se que, nessa faixa de renda, exista um público-alvo de 4 milhões de pessoas, na base de clientes do Banco do Brasil.

A instituição identificou cerca de 2,6 mil empresas construtoras na sua base de clientes da pessoa jurídica com potencial para a obtenção do financiamento para a construção de novas moradias.

Fonte: Agência Brasil

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster