A terça-feira (24) foi muito importante para a categoria na Bahia. Os bancários foram recebidos pelo secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, o comandante-geral da Polícia Militar, Coronel Castro, e representantes do Depin (Departamento de Polícia do Interior) e do Garcif (Grupo de Repressão a Ações Contra Instituições Financeiras e Transporte de Valores), na sede da SSP, no Centro Administrativo.

Na oportunidade, os representantes dos bancários revelaram a angústia da categoria, em especial sobre o alto número de ocorrências policiais contra os bancos no Estado registrado neste início de ano. O secretário apresentou o plano de trabalho da polícia, que já está em andamento, destacando a desarticulação de 31 quadrilhas no ano passado.

Seminário como estratégia

Discutiu-se ainda a possibilidade da realização de um seminário envolvendo bancários, vigilantes, representantes de bancos e do Estado. O objetivo é desenvolver a sociedade no enfrentamento à criminalidade.

Maurício Barbosa atribui o grande número de assaltos no interior à facilidade e ampla opção de rotas de fuga. "A Bahia é extensa e faz fronteira com diversos estados". Para o secretário, que denomina este mês de janeiro como atípico, é importante avaliar o trabalho como um todo, o que pode ser observado no plano apresentado durante a reunião.

Este foi o primeiro encontro, solicitado pelo deputado estadual Álvaro Gomes, que também participou, e tem um caráter bastante positivo para os trabalhadores do setor. Para o presidente da Federação dos Bancários da Bahia e Sergipe, Emanoel Souza, representa a abertura das portas para que se tenha uma atuação com maior parceria entre os sindicatos, a SSP e demais órgãos ligados à repressão dos assaltos a bancos.

"Agora, é fazer com que esta relação entre os sindicatos e a Secretaria de Segurança Pública dê frutos, no sentido de coibir essas ações contra os bancos", conclui Euclides Fagundes, presidente do Sindicato dos Bancários da Bahia.

Estiveram presentes também o vice-presidente do Sindicato da Bahia, Augusto Vasconcelos, os presidentes dos Sindicatos de Vitória da Conquista, Delson Coelho, de Jacobina, Clistiner Inácio, de Irecê, Carlos Alberto, e o secretário-geral de Jequié, Marcel Candin.

Fonte: Seeb Bahia

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster