Ampliação da licença-maternidade para seis meses, inclusão dos pais no plano de saúde, treinet no horário de trabalho, auxílio-educação, implantação de um Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) e PLR maior são algumas das figurinhas do álbum Inovar É que integra a campanha de valorização dos funcionários do Bradesco.

Essas e outras reivindicações dos trabalhadores que também fazem parte do álbum serão entregues pelo Sindicato dos Bancários de São Paulo e pela Comissão de Organização dos Empregados (COE) da Contraf-CUT à direção do banco na negociação que acontece nesta quinta-feira, dia 16, na Cidade de Deus.

"Os empregados têm uma grande expectativa de que as negociações resultem em avanços. Nossas reivindicações são justas e podem ser atendidas pela instituição financeira", destaca a secretária-geral do Sindicato e funcionária do Bradesco, Juvandia Moreira.

Demissões

O boato sobre corte de 10% na empresa também será questionado pelos representantes dos trabalhadores. "Há indícios que apontam que o banco tem reduzido os postos de trabalho. Temos denúncia de uma agência onde foram demitidos três funcionários e será contratado apenas um", afirma a dirigente, destacando que não há motivo para que a empresa faça essas dispensas com o lucro elevado que mantém.

Outro questionamento do Sindicato reside na sobrecarga de trabalho e no aumento da responsabilidade dos gerentes administrativos que estão sendo obrigados a administrar duas agências: a Prime e a Varejo. "Eles são responsáveis por duas tesourarias, chegam a abrir caixas e ainda têm de averiguar contratos. É uma situação insustentável que está tornado a vida dessas pessoas um verdadeiro inferno. O Sindicato cobrará do banco o fim dessa sobrecarga de trabalho", acrescenta Juvandia.

Fonte: Jair Rosa – Seeb São Paulo

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster