A imperícia de criminosos fez com que a ação de arrombamento de um caixa eletrônico fosse abortada, por volta das 3h desta terça-feira, dia 9, no interior da agência do Santander, localizada na Avenida Santos Dumont, região de Cumbica, Guarulhos, na Grande São Paulo.
 

Utilizando um maçarico para cortar a chapa de aço da máquina, os bandidos resolveram abandonar o local ao perceber que o fogo havia tomado o caixa e as chamas ficariam descontroladas. No local, foram abandonadas duas garrafas pet, com água – utilizada para resfriar o maçarico durante o corte -, e um alicate, ferramenta com a qual os criminosos iriam puxar a chapa de aço cortada.

Policiais militares da 2ª Companhia do 44º Batalhão foram acionados via 190 pela empresa que faz monitoramento de segurança do banco, mas não chegaram a tempo de localizar algum suspeito na região.

A porta de vidro de entrada do banco não foi arrombada; possivelmente foi aberta com o uso de cartão bancário. Nada foi levado do caixa eletrônico, que fica instalado em uma área do hall de entrada cuja visão para quem passa na avenida é prejudicada pela parede do banco.

Esse pode ter sido o motivo pelo qual os criminosos escolheram essa agência e não a localizada em frente, do outro lado da rua. Não se sabe quantos eram os criminosos nem em quantos veículos fugiram. O caso será registrado no 7º Distrito Policial da cidade.

Balanço

De janeiro até julho, já são 94 casos de ataques a caixas eletrônicos ocorridos, no período noturno, na região metropolitana de São Paulo e apurados pela reportagem do estadão.com.br. Foram 48 casos na capital e 46 nas cidades da Grande São Paulo.

Em 63 dos 94 casos, os criminosos estavam munidos de explosivos; e, em 26, de maçaricos, segundo a polícia. Nos outros quatro casos, os bandidos tentaram ou conseguiram carregar o caixa.

Com 13 casos, Guarulhos é a cidade da Grande São Paulo, onde mais ataques a caixas eletrônicos foram registrados neste ano até o momento.

Fonte: Rede TV

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster