O Banesprev está convocando seus participantes e assistidos para deliberar uma reforma estatutária, em assembleia geral extraordinária a ser realizada no Salão Social do E.C. Banespa, no dia 1º de agosto (sábado), às 9 horas, em São Paulo. Uma das propostas da diretoria da entidade prevê mudança no formato das eleições para os cargos de diretores administrativo e financeiro, conselheiros de administração e fiscal e para o Comitê de Investimentos. Entretanto, a sugestão apresentada permitiria a votação pelo correio.

A Afubesp e a Comissão Nacional dos Aposentados do Banespa (CNAB) condenam veementemente esta forma de coleta de votos, pois é passível de irregularidades e apresenta problemas em todas as instâncias: ida e volta da cédula e controle de votação.

"A maioria das pessoas lembra da confusão gerada na última eleição da Cabesp, que foi realizada por correio", comenta o presidente da Afubesp, Paulo Salvador. "Durante o pleito, foram apuradas inúmeros problemas, como coleta de votos feita por motoboy e a não entrega de cédulas de muitos colegas", exemplifica o dirigente. "A questão acabou no judiciário, o que não queremos que ocorra novamente, por isso defendemos o voto eletrônico".

Afubesp defende voto eletrônico

A sugestão da Afubesp para facilitar a vida dos colegas e garantir que todos possam exercer este direito é a implementação do voto eletrônico. Segundo pesquisa realizada pelos principais fundos de previdência complementar e de assistência à saúde, ele é o mais prático e confiável. A Previ (Fundo de Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil), por exemplo, é uma das entidades que utilizam este método.

Com o voto eletrônico, os banespianos poderiam escolher, com tranqüilidade, seus representantes diretamente nos terminais de autoatendimento do Grupo Santander, mediante senha pessoal, o que garante sigilo e segurança, iguais às transições bancárias. "É claro que, para isso, os sistemas devem ser certificados por meio de auditoria interna", destaca Paulo Salvador.

Comissão Eleitoral antidemocrática

Outros itens da proposta de reforma visam adequar o estatuto do Banesprev à legislação previdenciária complementar (Lei 109/2001). Apesar de trazerem algumas melhorias, eles também apresentam problemas. A comissão que encaminhará o processo eleitoral, por exemplo, se tornará antidemocrática, caso seja aprovado.

"O mais grave é que o Santander não respeitou o acordo coletivo dos bancários que prevê que todos os encaminhamentos relacionados ao Banesprev e à Cabesp devem ser feitos por meio de comissão paritária", comenta o presidente da Afubesp. As entidades de representação já solicitaram uma reunião com representantes do banco para reverter esta situação.

Todos à assembleia

Por tratar de assuntos tão relevantes, Afubesp e CNAB convocam os banespianos a participarem da assembleia. Para aqueles que não puderem comparecer, a entidade recomenda cautela no que diz respeito às procurações.

"É preciso escolher com cuidado a pessoa indicada no documento, afinal ela será responsável por seu voto", explica Paulo Salvador. A Afubesp, que é bastante cuidadosa com o recebimento das procurações e sempre divulga qual é o seu posicionamente em relação aos assuntos, diferente de outras entidades, está novamente prestando este serviço. A data limite para enviar o documento à Afubesp é dia 27 de julho.

O modelo de procuração se encontra disponível nos sites da Afubesp e do Banesprev.

Fonte: Erika Soares – Afubesp

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster