O combate à violência contra o trabalhador bancário liderado pelo Sindicato dos Bancários do Maranhão obteve uma importante vitória com a decisão da Justiça local em condenar o Bradesco pela prática de transporte de numerário por bancário (processo 1125/2008).

Em ação movida por um bancário, assessorado pelo Jurídico do Sindicato, o juiz da Vara do Trabalho de Bacabal, Leonardo Ferreira, decidiu pela indenização por danos morais no valor de R$30 mil, pagos em única parcela, em razão de freqüente transporte de numerário para as agências de Alto Alegre e para o BB de São Mateus.

Para o juiz, "considerando o momento social em que vivemos, onde a violência e o total descaso com a vida humana são notícias corriqueiras nos veículos de comunicação, destaco que a conduta do reclamante…. certamente lhe causava grave abalo emocional e psíquico, posto que exposto ao perigo diuturnamente… entendo perfeitamente comprovados os elementos… do dano moral, prescindindo-se de maiores digressões, posto que plenamente presumível o sofrimento psicológico do reclamante"

Segundo a direção do Sindicato dos Bancários do Maranhão, se dentro dos bancos esses trabalhadores não estão seguros, pior é transportando numerário. "A Justiça em outros estados já decidiu por punição a bancos por esta exposição do trabalhador. Quem deve transportar dinheiro são empresas e profissionais especializados para tanto. Esta não é função do bancário. Espera-se que, a partir desta condenação, o Bradesco, ou qualquer outro banco, desista desta perigosa prática de desvio de função", comenta Raimundo Costa, presidente.

Da decisão da Justiça, ainda cabe recurso do banco.

Fonte: Seeb MA

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster