A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça, dia 9, que vai operar nova tabela de juros na próxima segunda-feira (15) e acenou com uma redução de até 16,4% no crédito comercial. As reduções contemplam oito linhas de crédito para pessoa física e dez modalidades para pessoa jurídica (empresas).

Para pessoa física, o destaque é a queda de juros na linha de créditos conveniados INSS, que baixa de 0,88% para 0,85% ao mês, numa redução de 3,4%. O banco também reduziu as taxas do penhor, de 2,10% para 2,08%, e vai cobrar juros a partir de 1,19% no financiamento de veículos.

O Cartão Turismo Parcelado também teve reduzida a taxa mínima de 2,9% para 2,4% ao mês e máxima, de 3,8% para 3,3%. No caso do crédito pessoal, a taxa mínima diminui de 3,85% para 3,80% e a máxima, de 4,31% para 4,26%. A taxa mínima do cheque especial também cai de 1,27% para 1,20%.

Segundo a presidente da Caixa, Maria Fernanda Ramos Coelho, o banco vem se mantendo com as menores taxas de juros do mercado. "Nossa atuação aponta claramente que estamos cumprindo nossa missão de banco público, ampliando a oferta de crédito e reduzindo os juros com sustentabilidade", disse.

De acordo com o vice-presidente de Finanças, Márcio Percival, a diretoria da Caixa analisou o comportamento das curvas futuras de juros e resolveu reduzir as taxas de vários produtos às vésperas da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, iniciada no mesmo dia 9.

Percival entende que "as novas taxas irão contribuir para a expansão do crédito e do consumo, necessárias para a retomada dos níveis de crescimento, emprego e renda".

Foi por esse motivo, segundo o vice-presidente que o banco reduziu para até 16,42% a taxa máxima do GiroCaixa para o segmento de micro e pequenas empresas e também promoveu a redução da taxa do cheque Empresa Caixa, conveniado em folha de pagamento, que passa de 5,13% para 5,09% ao mês.

Fonte: Agência Brasil

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster