Crédito: Caco Argemi – SindBancários
Caco Argemi - SindBancários Quem passou pelo Brique da Redenção no domingo, dia 28, em Porto Alegre, respondeu com entusiasmo ao lançamento da campanha "Empurra que ela cai". Centenas de pessoas participaram do "Arraial da Transparência", que contou com duas brincadeiras juninas – bola ao alvo (empurra que ela cai) e pescaria. As pessoas tiveram acesso ao interior da "mansão da Yeda", reprodução da casa adquirida pela governadora tucana, alvo de constantes denúncias de irregularidades.

A campanha "Empurra que ela cai" é promovida pelo Fórum dos Servidores Públicos Estaduais (FSPE/RS) e dá prosseguimento à campanha "A face da corrupção", lançada em fevereiro e que causou a intervenção favorável ao governo do Ministério Público Estadual.

Dessa vez, a campanha teve a instalação de 40 outdoors em Porto Alegre e municípios vizinhos, com o tema "Empurra que ela cai – Fora Yeda" e um evento no Brique da Redenção. No brique, foram instalados 50 dispositivos de ferro, com molas, fazendo-os balançar facilmente, reproduzindo a casa da governadora, além do "Arraial da Transparência".

No arraial, o público participou do jogo bola ao alvo e da pescaria, cujos peixes a serem fisgados continham os nomes dos deputados da Assembléia Legislativa, onde está para ser instalada a CPI da Corrupção. Quem foi bem sucedido na brincadeira ganhou um bom-bom e teve acesso a barraca que reproduzia a mansão da governadora Yeda.

Segundo Rejane de Oliveira, presidente do CPERS/Sindicato, a reação do público presente ao Brique da Redenção é uma demonstração que a sociedade gaúcha deseja logo um desfecho para a longa crise política e administrativa que o Rio Grande do Sul atravessa.

"Como a governadora não tem mais legitimidade para governar o Estado, é urgente que seja instalada a CPI da Corrupção na Assembléia Legislativa. As pessoas aqui expressam claramente isso", afirmou a presidente do CPERS/Sindicato.

A campanha "Empurra que ela cai" terá prosseguimento na capital e pelo interior do Estado, nos moldes do que ocorreu em Porto Alegre, em programação a ser definida com os Núcleos do CPERS/Sindicato e das entidades que compõem o FSPE-RS.

O Fórum é composto por: SINDICAIXA, UGEIRM, SINDSEPE, SIMPE,SINDIÁGUA, SEMAPI, SINDET, SINDIJUS/RS, CPERS/Sindicato e Federação dos Bancários/RS.

Fonte: CPERS/Sindicato com edição da Feeb/RS

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster