Aproveitando o encontro do presidente norte-americano Barack Obama com o primeiro-ministro canadense Stephen Harper nesta quinta-feira 19/02 para debater temas de cooperação mútua, sobretudo relacionada à crise econômica, as centrais sindicais americanas e canadenses, AFL-CIO e CLC respectivamente, enviaram carta aos dois mandatários dessas nações com reivindicações e posicionamentos sobre as respostas à crise econômica e a necessidade de renegociação do Acordo de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA).

Na carta, datada de 17 de fevereiro de 2009, as duas centrais, que representam juntas mais de 12 milhões de membros, sugerem uma ação coordenada das duas nações em relação à crise e reivindicam a revisão dos termos do NAFTA e adoção de políticas complementares tratando da questão energética, mudança climática e empregos "verdes", política industrial, migração e desenvolvimento.

John Sweeney, presidente da AFL-CIO, e Kenneth Georgetti, presidente da CLC, destacam na carta, intitulada "Uma Nova Agenda de Prosperidade para a América do Norte", que estes problemas devem ser tratados através de um processo aberto e participatório. Criticaram ainda a história de exclusão dos trabalhadores de ambos os países e de suas entidades representativas dos processos de consulta e decisão, exortando os chefes de estado a se comprometer com um processo inclusivo e transparente.

Fonte: César Araújo -Seeb Brasília e Global Policy (GPN)

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster