Crédito: Real Deodorense – Tribuna Hoje
Real Deodorense - Tribuna Hoje
Ele foi baleado na cabeça e morreu em hospital de Maceió

O cliente Ary Doas dos Santos, de 65 anos, morreu por volta das 14h de segunda-feira (21), no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió. Era sargento reformado da Polícia Militar e havia sido internado após ser atingido por um tiro de pistola na cabeça durante uma tentativa de assalto em Marechal Deodoro, no interior de Alagoas. Foi mais uma vítima do crime da "saidinha de banco".

Ele havia acabado de sair de uma agência do Banco do Brasil, onde realizava depósitos toda segunda-feira. Segundo populares, o sargento foi abordado por três homens armados, que anunciaram o assalto. Pressionado, ele reagiu e uma troca de tiros foi iniciada, gerando correria e pânico nas proximidades do local.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e levou a vítima para o Hospital Geral do Estado (HGE).

O militar havia dado entrada na área vermelha e seu estado de saúde era considerado grave. Por volta das 14h, ele foi declarado morto.

Segunda vítima de "saidinha de banco" em 2012

Ari foi a segunda vítima de "saidinha de banco" em Alagoas. Em fevereiro, o cliente Jorge Carlos Pereira Rodrigues, 55 anos, foi assassinado ao lado da agência do Bradesco localizada na Avenida Fernandes Lima, no bairro do Farol.

Ele havia acabado de sacar R$ 7 mil em dinheiro. Também era sargento reformado, mas do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRP).

Fonte: Contraf-CUT com Tribuna Hoje e Tudo na Hora

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster