Para defender a mãe da ação de uma dupla de assaltantes armados, o aposentado André Luís Hufnagel Vieira, de 42 anos, reagiu a um assalto e acabou morto com um tiro no tórax. O crime ocorreu no início nesta quarta, 21, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador.

Foi mais um crime de "saidinha de banco" e que ocorreu no mesmo dia em que bancários e vigilantes realizavam, em todo país, um dia nacional de luta por mais segurança nos bancos. Um dos protestos era justamente o combate a essa ação criminosa que causou 32 mortes em 2011.

André e a mãe Elisabeth Mendes Hufnagel Vieira seguiam a pé pela Rua Vieira Lopes (paralela à Rua do Canal), após realizarem um saque de R$ 15 mil em uma agência do Bradesco, localizada na Rua Conselheiro Pedro Luís. Os dois caminhavam na via quando dois homens que trafegavam em uma motocicleta, na contramão, pararam o veículo e os renderam.

Motocicleta

"Um homem desceu da motocicleta e puxou a bolsa da mulher. O acompanhante dela tomou a bolsa de volta. Nesse momento, o assaltante encostou a arma nele, atirou e fugiu na motocicleta com o comparsa, levando a bolsa da vítima", contou à equipe de reportagem o tenente Ronald Silva, integrante da 12ª Companhia Independente de Polícia Militar (12ª CIPM-Rio Vermelho).

Conforme informações da delegada Jorvane Andrade dos Santos, da 7ª Delegacia Territorial (7ª DT-Rio Vermelho), os assaltantes, que praticaram crime na modalidade "saidinha de banco", levaram R$ 12 mil das vítimas – uma vez que mãe e filho fizeram um depósito de R$ 3 mil antes de deixarem a agência em direção à residência da família, localizada no mesmo bairro.

Diligências

Policiais da 7ª DT e do Grupo de Investigação com Auxílio de Motociclistas (Gicam) da Polícia Civil fizeram diligências em busca dos autores até a noite. Nenhum suspeito foi detido até o fechamento desta edição.

Nesta quinta, a delegada Jorvane dos Santos deve começar a ouvir as testemunhas, principalmente Elisabeth, que viu o filho ser assassinado. "Ela é a principal testemunha, mas entrou em estado de choque. Vamos aguardar a melhora dela", afirmou a titular.

Nenhum familiar quis falar com a imprensa. André se aposentou porque tinha epilepsia. Ele era solteiro e morava com a mãe em uma rua próxima ao local onde foi morto. A polícia aguarda imagens do circuito de segurança do banco.

Fonte: Contraf-CUT com A Tarde

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster