Crédito: G1
G1
Caminhada pela Paz lembra mais uma vítima da insegurança nos bancos

Alunos, pais e funcionários do Colégio Nossa Senhora do Sion promoveram na manhã de domingo, dia 9, uma “Caminhada pela Paz”, em São Paulo, em memória de Eduardo Paiva, de 39 anos, empregado da escola, que foi morto durante uma tentativa de assalto em “saidinha de banco”, na Avenida Higienópolis, na última segunda-feira (3).

A marcha com balões e roupas brancas ocorreu após uma cerimônia religiosa, na capela do colégio, onde foram feitas homenagens ao funcionário, que trabalhou por oito anos na instituição.

Clique aqui para ver o vídeo.

Eduardo levou dois tiros, um deles na cabeça. Ele tinha acabado de sacar R$ 3 mil em uma agência bancária, na altura do número 900 da avenida, próximo à Praça Esther Mesquita. Ele foi seguido por dois desconhecidos em uma moto, tendo sido abordado quando já estava próximo ao Colégio, segundo a polícia.

Fonte: Contraf-CUT com G1

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster