Crédito: Jailton Garcia – Contraf-CUT
Jailton Garcia - Contraf-CUTAssinatura do documento foi realizada em São Paulo

A Contraf-CUT, federações e sindicatos assinaram na tarde desta segunda-feira (13) um termo de compromisso com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB), para o acordo aditivo à Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) que será assinado com a instituição pública na segunda-feira 20, em Fortaleza. O acordo garante reajuste salarial de 8,5% e valorização de 9% no piso que terá alcance em todos os níveis do PCR. 

A assinatura ocorreu logo após ter sido firmada a CCT entre as entidades sindicais e a Fenaban, no Hotel Maksoud Plaza, em São Paulo, onde também foram assinados os acordos com o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal.

O acordo contempla também a criação de mais um nível, com promoção mediante desempenho da carteira, para os gerentes de negócios do Pronaf, que têm remuneração inferior aos demais gerentes de negócios da instituição, além da efetivação dos caixas substitutos, entre outros avanços. 

Em assembleias realizadas na última sexta-feira (10) e na manhã desta segunda-feira (13), os funcionários do BNB na Bahia, Paraíba, Piauí, Sergipe, Maranhão e Rio Grande do Norte aprovaram o fim da greve iniciada em 30 de setembro e o retorno ao trabalho. Os bancários de Pernambuco, Ceará e Alagoas já haviam encerrado o movimento durante a semana passada. 

“O acordo conquistado é fruto da mobilização dos funcionários na Campanha 2014, trazendo novos avanços e fortalecendo a unidade e luta dos bancários do BNB”, avalia o presidente da Contraf-CUT e coordenador do Comando Nacional dos Bancários, Carlos Cordeiro.

Para o secretário-geral da Contraf-CUT, Carlos de Souza, a greve conquistou avanços importantes e o BNB é banco público que anunciou o maior número de novas contratações. “Teremos mais 1.300 funcionários e grande expectativa na melhoria das condições de trabalho e de saúde, com a instalação de um programa similar ao PAS, do Banco do Brasil. O BNB também se comprometeu a cumprir o acordo do ponto eletrônico e o vale-cultura, que deve ser logo implementado”, ressalta. 

Não desconto dos dias parados

Em resposta ao ofício enviado pela Contraf-CUT, o BNB marcou uma negociação a ser realizada na próxima segunda-feira (20), em Fortaleza, para discutir o não desconto dos dias parados durante a greve. 


Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster