O Comando Nacional dos Bancários e o Banco do Brasil definiram para o dia 17, às 15h, em Brasília, a entrega da pauta de reivindicações específicas dos funcionários do banco. Entre as prioridades dos trabalhadores, está a abertura de negociações para a criação de um Plano de Carreira, Cargos e Salários (PCCS), o fim da lateralidade e a volta do pagamento de substituições, o fim do voto de Minerva na Previ e o fim do assédio moral.

A lista de reivindicações foi definida pelos trabalhadores durante o
20º Congresso Nacional dos Funcionários do Banco do Brasil, no dias 25 e 26 de abril. Parte dos temas já está sendo discutida com o banco na mesa de negociação permanente. "Agora vamos intensificar nossa mobilização para tentar avançar nos temas mais importantes para os funcionários do banco", diz Marcel Barros, secretário-geral da Contraf-CUT e coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do BB, que assessora o Comando Nacional nas negociações com o banco.

Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster