Crédito: Seeb Pará
Seeb Pará
Entidades assinam e aguardam abertura das negociações permanentes

A Contraf-CUT, a Fetec-CUT Centro Norte e o Sindicato dos Bancários do Pará assinaram nesta quinta-feira (23) com o Banco da Amazônia, em Belém, o Termo de Ajuste Prévio que antecede a assinatura do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT).

Dessa forma, os termos ao acordo arbitrados na audiência do TST realizada no dia 17 e aprovados em assembleias dos funcionários na última segunda-feira (20) estão garantidos, o que inclui também a antecipação da PLR de R$ 800, a qual não está condicionada à devolução caso o banco não atinja as metas estabelecidas.

“A assinatura do termo prévio ao acordo coletivo do Banco da Amazônia é a confirmação de que o reajuste da categoria na instituição será o mesmo negociado pelo Comando Nacional dos Bancários com a Fenaban, e na mesma forma de aplicação nos bancos federais, ou seja, 8,5% de reajuste e 9% no piso com repercussão na tabela do Plano de Cargos e Salários (PCS)”, destaca a presidenta do Sindicato, Rosalina Amorim.

“Com relação aos dias parados na greve, o acordo prevê que não haverá desconto, mas sim compensação de 75% do período, no prazo máximo de 120 dias, no limite de uma hora diária”, complementa o vice-presidente da Fetec-CUT Centro Norte, Sérgio Trindade.

“Agora, com a assinatura do termo de ajuste que garante aos empregados do Banco da Amazônia o cumprimento do que foi conciliado no TST, esperamos que a direção do banco instale definitivamente, e o mais breve possível, a mesa de negociação permanente, para que possamos estabelecer um canal de diálogo propositivo e que avance nas demandas da categoria que ficaram pendentes nessa Campanha Nacional, pois está comprovado que deixar para negociar tudo durante a campanha não traz avanços para nenhuma das partes”, conclui o secretário de Organização da Contraf-CUT, Miguel Pereira.

Os trabalhadores também foram representados pelo vice-presidente da Sindicato, Marco Aurélio Vaz, e o diretor jurídico da entidade, Cristiano Moreno. Pelo banco estiveram presentes os gerentes executivos José Moura e Edwiges Lemanski.

Fonte: Contraf-CUT com Seeb Pará

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster