Dirigentes sindicais levam apoio e solidariedade aos trabalhadores

A Contraf-CUT participou na terça-feira (4) de uma reunião com dirigentes sindicais em São José, na sede do Sindicato Nacional dos Empregados do Banco Nacional da Costa Rica. Esteve em pauta o debate sobre como combater o projeto da presidenta da República, Laura Chinchilla Miranda, de proibir greves nos serviços públicos e nos bancos.

Pela Contraf-CUT, estiveram presentes o presidente Carlos Cordeiro e o secretário de relações internacionais, Mário Raia. Também participou o diretor da UNI Américas Finanças, André Rodrigues.

“Prestamos nossa solidariedade com propostas de ações sindicais”, afirma Cordeiro, que é também presidente da UNI Américas Finanças.

“Iremos procurar as embaixadas da Costa Rica, através dos sindicatos filiados à UNI, para mostrar a nossa indignação com essa proposta descabida”, destaca.

“Estamos solicitando também audiências com deputados, ministros e a própria presidenta da Costa Rica. Propusemos uma mobilização com todos os sindicatos do país, juntamente com uma representação de sindicalistas bancários das Américas”, salienta Cordeiro.

“Com ousadia, esperança, solidariedade, mobilização e, principalmente, unidade continuamos firmes na luta, acreditando que um outro mundo é possível”, conclui o presidente da Contraf-CUT e da UNI Américas Finanças.

Fonte: Contraf-CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster