Em Alagoas, os Correios adotaram uma medida drástica para tentar diminuir o número de assaltos nas agências: agora, só entra um cliente de cada vez. É o único estado do país onde isso acontece e, das 110 agências, 104 adotaram a medida.

Clique aqui para ver o vídeo da reportagem no Bom Dia Brasil da Globo.

A direção dos Correios disse que não vai comentar o assunto, mas que vai haver uma reunião no fim da semana para discutir medidas de segurança. O problema também acontece em outros locais e já foi parar na Justiça.

A pequena agência do município de Poço das Trincheiras, no sertão de Alagoas, foi o alvo dos bandidos, que aproveitaram o pouco movimento no horário do almoço.

"Eles saíram correndo ele e a menina atrás. Correram e entraram em um beco e já tinha um carro ali atrás esperando por eles", conta uma testemunha.

Em outra agência dos Correios, em Rio Largo, Região Metropolitana de Maceió, um homem saca a arma e obriga um funcionário a abrir o cofre.

Das 110 agências em Alagoas, 60 têm segurança armada. Além disso, desde junho, só é atendido um cliente por vez. A medida, de acordo com a Direção Nacional dos Correios, tenta diminuir a grande quantidade de assaltos, mas não acabou com eles.

"E a gente fica aqui fora e é pior ainda. Era melhor se estivesse lá dentro do que aqui fora", diz.

Em todo o estado de Alagoas houve 60 roubos a agências dos Correios este ano, segundo o sindicato da categoria. Ano passado foram 38.

No Piauí, até o mês de agosto, foram 48 agências assaltadas. Na Paraíba, 72 agências foram assaltadas no ano passado.

No Rio Grande do Norte, uma determinação da Justiça obrigou as agências que funcionam como banco postal do BB a terem segurança armada. Ano passado, foram 44 assaltos, mas o número subiu para 74 esse ano.

"O conhecimento passou a ser público que um alto volume de recursos passou a ser movimentado e, em função disso, chamou a atenção para esses assaltantes", explica o delegado.

Fonte: Contraf-CUT com G1

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster