Estabelecimento não oferece segurança para trabalhadores e clientes

O correspondente bancário Pague Fácil, que atende clientes do Banco do Brasil no bairro José Américo, em João Pessoa, foi arrombado na madrugada de quarta-feira (23). Os criminosos fugiram levando o cofre da unidade. Este foi o terceiro arrombamento somente este ano. Em todos os casos, o cofre foi levado pelos criminosos.

Desta vez, os bandidos arrombaram os cadeados da porta metálica e entraram por uma pequena abertura. Para que não fossem feitos registros da ação criminosa, os bandidos violaram as câmeras de segurança e roubaram ainda o computador responsável por armazenar as imagens do circuito interno.

O crime só foi descoberto por volta das 5h da manhã, quando um dos comerciantes do bairro achou estranho a porta da agência estar aberta. "Eu saí bem cedo e percebi que a porta estava aberta cerca de um palmo, imediatamente acionei a Polícia Militar", afirmou um comerciante que preferiu não se identificar.

No último domingo, o mesmo Pague Fácil foi alvo de uma tentativa de arrombamento. Os bandidos chegaram a arrombar os cadeados, mas não entraram no local.

Ainda conforme o comerciante, o correspondente bancário já foi alvo também de assalto a mão armada.

"Eles anunciaram o assalto, roubaram uma quantia em dinheiro e antes de fugir disparam vários tiros", disse o comerciante.

Conforme o capitão Farias, do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), uma equipe da PM compareceu ao local e fez o isolamento da área enquanto aguardava a chegada do Instituto de Polícia Científica, que iria realizar o trabalho de perícia.

Os comerciantes do bairro José Américo reclamam da insegurança no local. "Nem mesmo os recursos de segurança são suficientes para evitar assaltos aos estabelecimentos. O local é muito escuro e os bandidos se aproveitam disso para praticar crimes sem que sejam surpreendidos", denunciou um morador.

O proprietário do correspondente bancário registrou o arrombamento na 9ª Delegacia Distrital. A PM chegou a realizar rondas, porém nenhum suspeito foi detido.

Fonte: Jornal da Paraíba – João Pessoa/PB

Desta vez, os bandidos arrombaram os cadeados da porta metálica e entraram por uma pequena abertura. Para que não fossem feitos registros da ação criminosa, os bandidos violaram as câmeras de segurança e roubaram ainda o computador responsável por armazenar as imagens do circuito interno.

O crime só foi descoberto por volta das 5h da manhã, quando um dos comerciantes do bairro achou estranho a porta da agência estar aberta. "Eu saí bem cedo e percebi que a porta estava aberta cerca de um palmo, imediatamente acionei a Polícia Militar", afirmou um comerciante que preferiu não se identificar.

No último domingo, o mesmo Pague Fácil foi alvo de uma tentativa de arrombamento. Os bandidos chegaram a arrombar os cadeados, mas não entraram no local.

Ainda conforme o comerciante, o correspondente bancário já foi alvo também de assalto a mão armada.

"Eles anunciaram o assalto, roubaram uma quantia em dinheiro e antes de fugir disparam vários tiros", disse o comerciante.

Conforme o capitão Farias, do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), uma equipe da PM compareceu ao local e fez o isolamento da área enquanto aguardava a chegada do Instituto de Polícia Científica, que iria realizar o trabalho de perícia.

Os comerciantes do bairro José Américo reclamam da insegurança no local. "Nem mesmo os recursos de segurança são suficientes para evitar assaltos aos estabelecimentos. O local é muito escuro e os bandidos se aproveitam disso para praticar crimes sem que sejam surpreendidos", denunciou um morador.

O proprietário do correspondente bancário registrou o arrombamento na 9ª Delegacia Distrital. A PM chegou a realizar rondas, porém nenhum suspeito foi detido.

Fonte: Jornal da Paraíba – João Pessoa/PB

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster