A concessão de crédito imobiliário da Caixa Econômica Federal manteve até maio o ritmo observado em 2010 e, segundo o presidente do banco, Jorge Hereda, vai crescer ao menos 20% frente ao ano passado.
 

"O último levantamento que eu tenho, até sexta-feira, era uma contratação 1 ponto percentual acima", disse em evento da Petrobras no Rio. "Estamos na mesma batida do ano passado que foi o melhor ano do crédito imobiliário no Brasil", adicionou.

Segundo ele, os desembolsos do banco em 2010 com o setor somaram R$ 77 bilhões. Neste ano, o montante supera R$ 25 bilhões.

"Vamos ter uma contratação forte das famílias com renda de zero a três salários mínimos através do Minha Casa Minha Vida 2 e, o segundo semestre é sempre mais forte. Vamos crescer no mínimo 20%", destacou Hereda.

A segunda etapa do Programa Minha Casa Minha Vida será lançado ainda esse mês pela presidente Dilma Rousseff.

Ele revelou que o orçamento de todo o programa será de R$ 120 bilhões a R$ 140 bilhões. Metade desse montante deve ser usado para financiar casas a famílias com renda de zero a três salários mínimos. Na primeira etapa do programa, esse público tomou cerca de R$ 53 bilhões na Caixa.

Fonte: Folha.com com Reuters

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster