explosao-a-banco-em-remigio-fotao-ii.jpg
explosao-a-banco-em-remigio-fotao-ii.jpg
Segundo a polícia, a ação foi realizada por quatro homens. Bandidos espalharam grampos na pista para dificultar ação policial – Quatro homens armados explodiram um caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal, localizado dentro da Prefeitura Municipal de Remígio, Agreste paraibano. Com a explosão, parte da estrutura da prefeitura ficou danificada. A Central de Operações Policiais (Copom) informou que a ação dos bandidos aconteceu na madrugada desta quinta-feira (7) em um terminal de autoatendimento bancário. Para dificultar a ação da polícia, os homens espalharam grampos pela pista durante a fuga.

 

 

O soldado Fabrício Santos disse que o crime aconteceu por volta das 2h desta quinta-feira. Os suspeitos fugiram em um veículo Chevrolet Corsa de cor escura. A polícia acredita que os bandidos utilizaram bananas de dinamite para explodir o caixa eletrônico. “Geralmente, o que eles usam nesse tipo de ação são bananas de dinamite. Porém, só o levantamento da perícia é que vai apontar que tipo de artefato foi usado”, explicou Fabrício.

Segundo o tenente Floristan Ferreira, da 2ª Companhia de Polícia de Esperança, Brejo paraibano, durante as diligências aos suspeitos, dois veículos da polícia tiveram os pneus furados pelos grampos que foram colocados pelos bandidos na pista. “Eles sabiam que um bom reforço viria da cidade de Esperança e colocaram grampos na estrada que interliga as duas cidades”, explicou.

O tenente disse ainda que parte da estrutura do prédio da Prefeitura de Remígio ficou danificada por causa da quantidade de explosivos utilizado pelos criminosos. “Como eles não têm um aparato técnico, acabam usando uma quantidade de explosivos maior que o necessário, o que acaba provocando danos não só no caixa eletrônico, mas também em parte da estrutura do prédio onde fica”, disse.

Na manhã desta quinta-feira, populares informaram à polícia que um carro com as mesmas características do que foi usado pelos criminosos foi abandonado próximo à cidade de Remígio. “Equipes de policiais foram enviadas até o local para checar a informação recebida”, afirmou o tenente Floristan Ferreira.

Com essa explosão, o número de crimes contra bancos na Paraíba subiu para 17, este ano, sendo: 5 explosões (Banco do Brasil), 5 arrombamentos (1 no Bradesco, 1 no Itaú, 1 no HSBC e 2 no Santander), 2 assaltos (Bradesco) e 5 tentativas de arrombamento (2 no Banco do Brasil, 1 no Bradesco e 2 no Santander).

 

Com relação à explosão ocorrida no interior da Prefeitura de Remígio, até a publicação desta reportagem a polícia não tinha pistas dos suspeitos.

Fonte: SEEB – PB, com G1 Paraíba

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster