Brasília – A crise econômica não atingiu a Caixa apesar da queda do lucro da instituição no último trimestre. "Para a Caixa não teve crise. Os números mostram isso", afirmou o vice-presidente de Controle e Risco do banco, Marcos Roberto Vasconcelos.

No ano passado, o lucro da Caixa chegou a R$ 3,9 bilhões, alta de 62,3% em relação ao ano anterior. No último trimestre do ano, entretanto, o lucro chegou a R$ 619,057 milhões, uma redução de 14,5% em relação ao terceiro trimestre de 2008 e de 8% em relação ao período de outubro a dezembro de 2007.

Segundo Vasconcelos, no final de ano, é comum o aumento das despesas, com a correção do salário dos funcionários. Além disso, o banco fez uma provisão adicional de risco de crédito de R$ 635 milhões.

Ele informou que a inadimplência para as famílias (pessoas físicas) passou de 5,4%, em junho de 2008, para 5,9% em dezembro.

Para a presidente da Caixa, Maria Fernanda Ramos Coelho, o aumento da provisão é necessário para enfrentar 2009, que teve maiores impactos da crise financeira internacional. "A queda no resultado é porque fomos prudentes em relação ao ano de 2009, mas, sem dúvida, a expansão da nossa carteira demonstra a pujança do movimento da Caixa".

Em 2008, a carteira de crédito da Caixa cresceu 43% em relação ao ano anterior, com aumento do saldo de R$ 55,8 bilhões para R$ 80,1 bilhões.

Fonte: Agência Brasil

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster