A CUT está empenhada em participar e organizar atos políticos contra a invasão israelense da Faixa de Gaza e o massacre de civis, incluindo mulheres e crianças, e a favor da formalização do Estado Palestino.

Na noite desta segunda, dia 5 de janeiro, a Central participa de encontro na Mesquita do Cambuci, capital paulista, em que serão definidos os próximos atos públicos em defesa do povo palestino. A CUT estará representada pelo direito executivo Júlio Turra. Os atos contam com diversas entidades do movimento social

Os mais recentes atos públicos ocorreram no último dia 2, em São Paulo e em Florianópolis. Em São Paulo, aproximadamente 500 pessoas se reuniram, a maioria árabes e descendentes. Júlio Turra falou pela CUT: "Esta é uma agressão injustificada, por parte de um estado armado até os dentes e que defende o interesse das potências imperialistas no Oriente Médio. Queremos o fim imediato dos bombardeios e a suspensão dessa invasão terrestre", afirmou o dirigente.

A paz na região, avalia a CUT, exige o fim do cerco aos palestinos em Gaza, que inclui um muro de oito metros de altura, repressão constante, racionamentos e cerceamento da circulação dos palestinos. O massacre dos últimos dias, que já vitimou mais de 500 palestinos e deixou milhares feridos, é causado pela política imperialista de Israel, e que tem como um de seus marcos a partilha imposta pela ONU à Palestina em 1947.

Veja algumas das entidades engajadas nesta luta:

1. Federação Palestina do Brasil – FEPAL; 2. Federação das Entidades Árabe-Brasileiras – Fearab; 3. Partido Comunista do Brasil – PCdoB; 4. Partido dos Trabalhadores – PT; 5. Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados – PSTU; 6. Central Única dos Trabalhadores – CUT; 7. Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB; 8. Conselho Mundial da Paz; 9. Centro Brasileiro de Solidariedade e Luta pela Paz – Cebrapaz ; 10. Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo – Apeoesp; 11. Sindicato dos Sociólogos do Estado de São Paulo – Sinsesp; 12. Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra – MST ; 13. Instituto Jerusalém; 14. Instituto de cultura Árabe – ICAarabe; 15. Jornal "Hora do Povo"; 16. Juventude do Partido dos Trabalhadores; 17. Juventude revolução; 18. Movimento "Mulheres pela Paz"; 19. Fearab/Américas; 20. Intersindical; 21. Conlutas; 22. ABIB – Associação Beneficente Islâmica do Brasil 23. Liga da Juventude Islâmica; 24. União Nacional Islâmica; 25. Partido Socialista árabe Sírio – Baath. 26. Movimento Palestina para Todos 27. LER -QI 28. Corrente O Trabalho / PT 29. Comitê Catarinense de Solidariedade ao Povo Palestino 30. Comitê de Solidariedade aos Povos Árabes 31. PSOL – Partido Socialismo e Liberdade

Fonte: CUT

Walmar Pessoa
Author: Walmar Pessoa

WebMaster